Após conhecer mais de 70 países, aprendi duas lições de viagem muito importantes. A primeira é que é bom visitar um lugar onde você é bem recebido, mesmo que não seja o destino dos sonhos. Afinal, ser bem acolhido faz parte da experiência de viagem que ficará guardada em nossas memórias. A segunda é que há momentos certos para visitar alguns países. Existem janelas de oportunidade que se abrem de tempos em tempos.

Hoje em dia, por exemplo, não é mais oportuno visitar Myanmar, a Rússia ou a Ucrânia, países onde tive experiências incríveis e gostaria de voltar para conhecer mais.

Para os brasileiros, não é hora de viajar para o México. O México é um país incrível e o povo mexicano é muito amigável. Porém, acontecimentos recentes nos fazem recomendar aos brasileiros que adiem sua viagem à terra dos Maias. Aguarde a janela de oportunidade abrir-se novamente!

Entenda abaixo o porquê!

1. Combate à imigração ilegal para os EUA

O tratamento conferido aos turistas brasileiros pelas autoridades migratórias do México piorou bastante nos últimos anos.

Desde a era Trump (2017), os EUA têm pressionado o governo mexicano a combater a imigração ilegal através de suas fronteiras terrestres. A construção de um muro na fronteira com o México tornou-se o símbolo mais eloquente dessa política repressiva estadunidense.

Com a crise econômica atual, é verdade que muitos brasileiros buscam tentar melhores oportunidades de vida nos países desenvolvidos e tentam ingressar ou permanecer no país sem o visto de trabalho. Uma boa parte pretende imigrar para os Estados Unidos através das fronteiras terrestres com o México e muitos são presos pelas autoridades americanas.

Isso tudo tem se refletido num maior controle de entrada nos aeroportos mexicanos, levando à inadmissão de muitos cidadãos latinos, em especial, dos brasileiros.

2. Brasileiros inadmitidos no México

De janeiro a abril de 2021, foram 1.846 os brasileiros inadmitidos no México, ou seja, 2,3% dos visitantes.  Esse número é o quádruplo das rejeições no mesmo período em 2020 e em 2019. Apenas em um único dia (8/4/2021), 78 brasileiros tiveram a entrada negada no país. O Brasil é o terceiro país de origem com mais inadmitidos, atrás do Equador e da Colômbia. Autoridades que lidam com o tema dizem que há subnotificação, já que nem todos os casos são repassados, e que historicamente a proporção é de repatriação de 0,4% do total de turistas brasileiros. (fonte: Folha de São Paulo).

Inadmitido é aquele que tem a sua entrada no país negada (denegação de entrada). A decisão é discricionária do agente da imigração, ou seja, se ele não for com a sua cara, você simplesmente não entra, mesmo que você tenha todos os documentos, inclusive o visto de entrada (quando exigido).

O viajante inadmitido é levado a áreas de espera do aeroporto ou a centros de remoção próximos, onde permanecerá horas ou dias até ser reembarcado. Tudo isso sem direito ao reembolso das passagens aéreas, da hospedagem e dos passeios que tenha contratado.

A viagem dos sonhos transforma-se num pesadelo.

O Itamaraty afirma que não pode interferir na decisão soberana do país de inadmitir um nacional brasileiro. Diz também que, como regra geral, esse assunto nem pode ser tratado por meio do telefone de plantão. O plantão deve ser acionado em situações excepcionais como em casos de hospitalização de viajantes ou quando é denegada a entrada de menores desacompanhados (fonte: MRE).

G1, brasileiros barrados no México relatam descaso e humilhação
Portal G1: brasileiros barrados no México relatam descaso e humilhação

À primeira vista, alguém poderia pensar que isso só afeta quem pretende imigrar de forma ilegal.

Ocorre que a denegação de entrada atinge mesmo aqueles que pretendem viajar ao México de forma legítima, confundidos como possíveis imigrantes ilegais, ainda que disponham de toda documentação exigida. Um erro no preenchimento de formulários ou a falta de algum documento também pode levar o turista à terrível salinha, mesmo que a sua intenção de visitar o México seja legítima.

Aviso no Facebook do Consulado-Geral do Brasil no México
Aviso no Facebook do Consulado-Geral do Brasil no México (jan/2020)

Ademais, o tratamento dispensado aos inadmitidos tem sido muito ruim, levando o Itamaraty a emitir o seguinte alerta (jan/2020):

“Inadmissões no México
O Ministério das Relações Exteriores foi informado de que tem aumentado o problema de inadmissões de turistas brasileiros no México.

Assim, é importante saber:

– Número considerável de brasileiros que vêm ao México como visitantes têm sua entrada negada e são obrigados a esperar seu retorno ao Brasil, por horas ou dias, detidos em salas dos aeroportos internacionais mexicanos em condições equivalentes a presídios.

– Não há qualquer previsão de reembolso, no México ou no Brasil, de despesas realizadas com passagens, hospedagens e demais gastos.

– Não há necessidade de vistos prévio para cidadãos brasileiros que visitam o México, mas isso não significa que os viajantes terão sua entrada no país permitida, mesmo que cumpram com todos os requisitos migratórios (como apresentação de reserva de hotel, passagem de retorno e dinheiro ou cartões de crédito).

– Não há garantia de que comida e/ou água serão fornecidos regularmente aos passageiros detidos. Homens e mulheres são separados e não há previsão de que famílias (inclusive com crianças) aguardem seu retorno ao Brasil juntos.

– Os brasileiros inadmitidos têm todos os seus pertences apreendidos, inclusive telefones celulares, e devem dividir cela com outros migrantes detidos, além de dormir em colchonetes plásticos ou bancos de concreto.

– Os viajantes somente têm direito a realizar uma chamada telefônica, ao Consulado-Geral (044 55 3455-3991), prerrogativa que muitas vezes não é respeitada pelas autoridades migratórias mexicanas. Não há serviço de interpretação, informações são prestadas apenas em espanhol.

– Caso seu ingresso ao México seja recusado, é importante saber que o Governo brasileiro, por meio do Consulado-Geral, não poderá intervir em favor de sua entrada no país e tampouco poderá fornecer alimentos ou água, devido a proibições da lei mexicana”.

Não estou, de maneira alguma, defendendo a imigração ilegal, situação que deve sim ser reprimida pelo país de destino, salvo no caso dos refugiados, que são perseguidos ou correm sérios riscos no próprio país de origem.

O que se espera, entretanto, é um tratamento digno e humano aos inadmitidos, bem como a adoção de critérios objetivos que evitem que um turista legítimo seja confundido com um imigrante ilegal.

3. Novas medidas do Governo Mexicano

Se isso tudo não bastasse, o Governo Mexicano passou a adotar outras medidas que dificultam ainda mais a entrada dos brasileiros.

Em dezembro de 2021, foi revogada a isenção de vistos para os brasileiros que viajam para o México. Essa isenção vigorava desde 2013, a partir de um acordo celebrado entre o Brasil e o México voltado a aumentar o fluxo de turistas entre os dois países.

G1, Grupo de Brasileiros não consegue embarcar para o México
G1: Grupo de Brasileiros não consegue embarcar para o México

Desde o início de 2022, quem fosse viajar por via terrestre ou marítima, deveria procurar o Consulado para tirar o visto de turismo. Quem viajasse por via aérea poderia emitir uma autorização eletrônica (leia aqui). A autorização era gratuita, mas muitos turistas não estavam conseguindo processar os pedidos em função de instabilidades no sistema (leia aqui e aqui).

Na última semana de julho, entretanto, o jornal El Economista informou que o México voltaria a exigir o visto físico (impresso) dos turistas brasileiros. A medida foi efetivamente implementada em 18/8/2022.

O visto mexicano custa 48 dólares americanos e deve ser tirado presencialmente, mediante agendamento, nos Consulados do México em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. O processo de viajar para o México torna-se, assim, muito mais oneroso e burocrático.

O mesmo tratamento parece não acontecer em relação a cidadãos de outros países sul-americanos: argentinos, bolivianos, uruguaios e peruanos podem ingressar no México sem a necessidade de visto. Os cidadãos colombianos também podem ingressar no México sem visto, sendo exigido apenas um pré-registro eletrônico (leia aqui).

El Economista, México voltará a exigir vistos físicos de turistas brasileiros
El Economista: México voltará a exigir vistos físicos de turistas brasileiros

Em outras épocas, o Governo do Brasil aplicaria imediatamente o princípio da reciprocidade em relação aos visitantes mexicanos. Hoje em dia, porém, o que observamos é uma certa passividade do governo na defesa dos cidadãos brasileiros.

É verdade que foram estabelecidas algumas exceções à exigência do visto: possuir residência permanente no Canadá, EUA, Reino Unido e países do Espaço Schengen, ou possuir visto válido para esses países. Entretanto, isso não beneficia a maioria dos turistas.

Ricardo Freire, do site Viaje na Viagem, não recomenda tirar o visto mexicano. Segundo ele, o visto mexicano é tão difícil de conseguir quanto o visto americano: é preciso agendar horário, ir pessoalmente a um consulado (em São Paulo, Rio ou Brasília) e provar “vínculos” fortes com o Brasil.

Segundo Ricardo Freire, “Por mais difícil que esteja marcar uma entrevista para conseguir visto americano, seria muito mais vantajoso solicitar o próprio visto para os EUA. Afinal, o visto americano serve não apenas para o país, como também para o México e para solicitar a autorização eletrônica para o Canadá.”

4. México não é um destino insubstituível

Templo de Kukulcan, Chichen Itza, México
Templo de Kukulcan, Chichen Itza

Já afirmei neste blog que o México é um país incrível e que se destaca pela arqueologia, pela gastronomia e pelas belezas naturais. A Cidade do México conta também com museus interessantes e muitas atrações gratuitas. Além disso, o povo mexicano é bem receptivo. Em todas as vezes que estive no país fui muito bem recebido. Não tenho do que reclamar!

A despeito disso, o México não é um destino insubstituível. Arqueologia e boa gastronomia você encontra em vários países sul-americanos (p. ex. Peru e Bolívia), onde você sequer precisa de passaporte para ingressar no país. Se quiser belas praias, você as encontra no próprio Brasil e no Caribe. Em todos os países vizinhos, você tende a ser muito bem recebido também.

Turistas brasileiros sofrem assalto em Cancún, México
Turistas brasileiros sofrem extorsão da Polícia em Cancún, México

Ademais, é importante lembrar que o México sofre com os mesmos problemas do Brasil, sendo alguns deles até mais graves. Há problemas de segurança, seja nas cidades ou nas várias áreas do país dominadas por cartéis de drogas e armas. Há problemas de corrupção policial, merecendo destaque um recente caso de extorsão praticada contra turistas brasileiros em Cancún (fonte: R7). A infraestrutura também é deficiente e o litoral ainda sofre com furacões no segundo semestre do ano.

5. Brasileiros e o setor de turismo do México

Não são poucos os brasileiros que escolhem o México como destino de férias, trazendo recursos a esse país e ajudando a movimentar a economia local.

Em 2021, 319.842 turistas brasileiros chegaram ao México por via aérea, representando a 4° nacionalidade com maior número de visitantes, perdendo para os americanos, canadenses e colombianos, mas superando até mesmo o número de visitantes espanhóis (fonte: RAT – Dez/2021).

Visitantes Estrangeiros no México por via Aérea por nacionalidade(2021)
Turistas estrangeiros no México por nacionalidade – via aérea (2021)

Em 2022, caímos para a 6a. posição (152.888 – via aérea), mesmo assim, houve um aumento de 22,7% nas entradas de turistas brasileiros no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2021 (fonte: Datatur – México).

Nesse cenário, entendo que os turistas brasileiros mereceriam um tratamento mais digno no Governo Mexicano, especialmente se considerarmos os laços histórico-culturais que unem os povos latino-americanos.

Com a exigência de visto, espera-se um forte impacto setor de turismo do México, notadamente, na Riviera Maia (fonte: Panrotas). Agências e operadores turísticos já estão notando um grande número de cancelamentos. O prejuízo estimado para o setor é da ordem de 5 bilhões de dólares (fonte: Viagem Caribe). Espera-se, também, uma redução na frequência de voos diretos para México, diminuindo as opções dos viajantes, o que deve aumentar o preço das passagens. Enfim, todo mundo perde!

6. Conclusão

O Governo do México vem dificultando o turismo de brasileiros, apesar de representarem relevante parcela dos turistas estrangeiros naquele país.

Ser bem recebido é fundamental e a imigração de um país é quem primeiro recebe o turista. Nos últimos anos, há inúmeros casos de turistas brasileiros inadmitidos no México e que passaram por situações humilhantes e vexatórias ao tentar ingressar no país. Primeiro, passou-se a exigir autorização eletrônica. Mas, a exigência de visto físico e presencial parece ter sido a gota d’água.

México não é um destino turístico insubstituível. Existem outros destinos, com ingresso menos burocrático, abertos aos brasileiros, e onde você pode apreciar uma boa gastronomia, belas paisagens naturais, museus ou importantes sítios arqueológicos.

Não é hora de viajar para o México. No atual contexto, melhor não insistir e optar por outros maravilhosos destinos mundo afora. Se você quiser muito ir ao México, é melhor aguardar que uma nova janela de oportunidade se abra no futuro. E, com certeza, vai se abrir!

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

3 Comments

  1. O problema é quando já está com tudo pago e fechado desde janeiro (lua de mel), e por conta dessa alteração e falta de preparo dos Consulados, não se tem a mínima esperança de conseguir o visto. Se tivesse como mudar o destino sem causar ainda mais prejuízo certamente mudaríamos, ou como dito na matéria, nem escolheríamos o México. Mas o descaso com quem já comprou passagem na época que não era exigido visto físico é absurdo.

    • Luciana Mardegan Reply

      Poxa Patricia, que situação chata! Espero que você consiga resolver! Não deixe essa situação tirar o brilho da comemoração! O importante é que estarão juntos, realizando um sonho em qq lugar desse mundão! Boa sorte e parabens pelo casamento!

Escreva seu Comentário

Pin It