Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle ao centro de Paris (e voltar)?

O Aeroporto Charles de Gaulle (código CDG), também chamado de Roissy, é o maior aeroporto internacional da França e o segundo maior aeroporto da Europa em número de passageiros transportados (mais de 72 milhões em 2018). Por lá, chegam os voos da Latam e da Air France, que são as principais companhias que fazem voos diretos entre o Brasil e a França.

O principal aeroporto de Paris dispõe de três terminais: o Terminal 1, o Terminal 2 (com os subterminais 2A a 2G) e o Terminal 3. Para se deslocar entre os terminais, você deve usar o veículo leve sobre trilhos CDGVAL, conforme pode observar no esquema a seguir.

Mapa Geral do Aeroporto Charles de Gaulle, Paris
Mapa do Aeroporto Charles de Gaulle (fonte: parisaeroport.fr)

O Aeroporto está a 25 km a noroeste do centro de Paris. Para ir ou voltar a Paris, há várias opções de transporte público. Confira a seguir.

Linha B do RER (Réseau Express Régional)

Gare du Nord, Paris
Gare du Nord, Paris

A linha RER-B é uma linha de trem regional que liga o Aeroporto Charles de Gaule a Paris passando por importantes estações, tais como:

  • Gare du Nord (estação ferroviária com diversas conexões para metrô)
  • Chatelêt-Les Halles (shopping center Les Forum des Halles)
  • Saint Michel – Notre Dame (Catedral de Notre Dame)
  • Luxemburg (Jardim de Luxemburgo)
  • Port-Royal (bairro de Montparnasse)
  • Antony (conexão para o Aeroporto de Orly)

Esta linha tem 4 ramificacões, sendo duas em cada sentido. Por isso, é importante você ficar atento ao destino a que o seu trem se dirige.

Tela na Estação de RER, Paris
Tela na Estação de RER, Paris

O preço do ticket é calculado conforme o trajeto que você pretende fazer. O valor entre o Aeroporto e a Gare du Nord gira em torno de 10,30 Euros e o trajeto dura aprox. 36 minutos.

A frequência dos trens é de um a cada 10 a 20 minutos e o RER-B passa pelos Terminais 1 e 2 do Aeroporto Charles de Gaule.

Ônibus Le Bus Direct

Há duas linhas Le Bus Direct que ligam o Aeroporto CDG ao centro de Paris.

A Linha 2 liga a Torre Eiffel, a Champs-Elysées e o Palais des Congrés aos Terminais 1 (saída 32), 2A-2C-2D (saída C10) e 2E-2F (saída E8/F9) do Aeroporto. O trajeto dura entre 40 a 50 minutos.

A Linha 4 liga a Gare Montparnasse e a Gare de Lyon aos Terminais 1 (saída 32), 2A-2C-2D (saída C10) e 2E-2F (saída E8/F9) do Aeroporto. O trajeto dura entre 70 a 80 minutos.

O preço do single ticket é 18 Euros para adultos e os ônibus partem a cada 30 minutos.

Ônibus RoissyBus

RoissyBus, Paris
RoissyBus, Paris (Flyer [CC BY-SA 3.0], from Wikimedia Commons)

É uma linha de ônibus com ar condicionado que liga a estação Paris-Opéra ao Aeroporto Charles de Gaulle, passando por todos os seus terminais (Terminal 1, Terminal 3, Terminal 2A, 2D e 2EF).

Na estação Paris-Opéra, a partida é feita na esquina da Rua Scribe com a Rua Auber.

A duração do trajeto é de 60 minutos e o ticket custa 12 Euros.

Além das opções de transporte público, você também pode utilizar o Uber e o Taxi. Entretanto, essas são opções mais caras.

Uber

Utilizando o Uber X, do Aeroporto até a Avenida Champs-Elysées, a estimativa de preço vai de 42 a 56 Euros. O trajeto gira em torno de 40 minutos.

Para pegar o seu Uber nos Terminais 1, 2A, 2C, 2D e 2F, utilize o nível de partidas (Departures) e nos Terminais 2E, 2G e 3, utilize o nível de chegadas (Arrivals).

Resumindo: Qual a melhor opção?

Na minha opinião, a melhor opção, para ir ou voltar do Aeroporto de Paris, é de RER-B. Além de ser a opção mais barata e menos sujeita ao trânsito, é a que te leva mais rápido ao seu destino.

Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Press ESC to close

Enviando dinheiro para a Argentina via Western Union Buenos Aires: comendo bem e barato