O que é stopover? Visitando 2 cidades pelo preço de uma

Stopover é um termo em inglês que significa uma breve parada em uma cidade durante uma viagem mais longa.

Quando você viaja de uma cidade A com destino a uma cidade C,  por uma companhia aérea estrangeira cuja sede é na cidade B, é muito provável que você tenha que fazer uma conexão em B, antes de chegar ao seu destino final. Ou seja, primeiro, você terá que fazer um voo entre A e B e depois, entre B e C.

Por exemplo, vou de Brasília para Milão, na Itália, pela companhia portuguesa TAP, cuja sede/hub é em Lisboa.  Você terá que fazer dois voos: Brasília (BSB) – Lisboa (LIS) e Lisboa (LIS) – Milão (MIL).

  • Outro exemplo: vou de São Paulo para Moscou pela companhia alemã Lufthansa. Para isso, tenho que fazer o trajeto com conexão em Frankfurt (FRA), ou seja, dois voos: São Paulo – Frankfurt e depois Frankfurt – Moscou.

Nestas ocasiões, vale a pena cogitar fazer um “stopover” na cidade de conexão.

Além de tornar a sua viagem menos cansativa, é uma oportunidade de conhecer uma outra cidade pela qual você necessariamente terá que passar.

O stopover é muito importante para voos longos, como os com destino à Ásia, pois, além das vantagens já descritas, você também consegue minimizar os efeitos da diferença de fuso horário.

Você pode fazer o stopover na ida ou na volta, ou, ainda, na ida e na volta.

Como incluir um stopover na sua viagem?

Reservas de Voos Multicity
Reservas de Voos Multicity

Para fazer o stopover, deverá utilizar a opção “Multicity”,  “Multi-cidades” ou “Várias Cidades“, quando for comprar a sua passagem. Veja o exemplo:

  • Dia 1/3: São Paulo (GRU) – Frankfurt (FRA)
  • Dia 5/3: Frankfurt (FRA) – Moscou (MOW)
  • Dia 15/3: Moscou (MOW) – São Paulo (GRU)

Stopover costuma ser um jeito fácil de visitar duas cidades pelo preço de uma, ou seja, não ha acréscimo na tarifa.

E as empresas aéreas cobram pelo stopover?

Depende muito da companhia. Algumas empresas aéreas cobram, outras não. Para as que não cobram, há regras para que você possa utilizar o stopover gratuito.

Observe alguns exemplos:

KLM

Na KLM, é possível fazer paradas grátis em Amsterdã, Paris ou Fortaleza. Passageiros têm o direito a pelo menos 1 parada grátis na ida e outra na volta por bilhete. Para cada parada adicional será cobrada uma taxa de 75 dólares por bilhete. Taxas aeroportuárias podem ser aplicadas.

Paradas grátis em Amsterdã e Paris são válidas para todos os voos originados no Brasil e em todas as classes de reserva da KLM ou Air France para outros destinos.

Paradas grátis em Fortaleza são válidas para todos os voos originados em Belém, Manaus, Natal, Recife ou Salvador com trechos domésticos operados pela Gol.

TAP Air Portugal

Na Tap, é possível passar até 5 noites em Lisboa (LIS) ou em Porto (OPO), sem pagar a taxa de escala. Para saber mais, clique aqui.

Iceland Air

A empresa aérea da Islândia permite stopover de 1 a 7 dias no país sem custo adicional nos voos transatlânticos. Para saber mais, clique aqui.

É importante lembrar que há companhias que admitem stopover gratuito, mas sem deixar claro quais são as regras.

A dica é…

Independente da companhia aérea, a dica é sempre fazer uma simulação. Pode ser que o acréscimo nos preços não seja tão significativo e a uma parada intermediária será a oportunidade de conhecer outro destino turístico e de tornar uma viagem longa mais agradável.

Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre o Blog


Turistando por mais de 60 países, já dobrei o Cabo da Boa Esperança, cheguei ao Fim do Mundo e alcancei o Topo da Europa. Enfrentei as Dez Cortes do Inferno e cheguei ao céu em um Balão. Ainda tenho muitos lugares a desvendar, culturas a conhecer e comidas a experimentar. Viaje comigo nos relatos!

Web Stories

Press ESC to close

Enviando dinheiro para a Argentina via Western Union Buenos Aires: comendo bem e barato