Holambra é uma estância turística localizada nas proximidades de Campinas, no estado de São Paulo. Holambra é o resultado da junção das palavras Holanda, América e Brasil. De uma antiga colônia fundada por imigrantes holandeses após a 2ª. Guerra Mundial, a localidade adquiriu o status de município de 1991.

Desde os seus primórdios, a colônia dedica-se à produção de flores e plantas ornamentais. Atualmente, o município é responsável por 80% da exportação e por 40% da produção do setor florícola brasileiro. Em razão disso, Holambra é conhecida como a Cidade das Flores.

  • Estância turística é um título conferido a determinados municípios no Estado de São Paulo. Outro exemplo de estância turística é Embu das Artes. Confira nosso post sobre Embu, clique aqui.
Moinho na entrada de Holambra, Estado de São Paulo
Moinho na entrada de Holambra

Desde 1981, a cidade realiza a Expoflora, uma exposição de flores que atrai milhares de visitantes no mês de setembro.

Visitamos a Expoflora 2019 e, neste post, conto como foi a nossa experiência, além de passar algumas dicas para quem quer visitar a cidade de Holambra.

Como chegar a Holambra?

Às margens do Lago em Holambra, Estado de São Paulo
Às margens do Lago em Holambra

A partir de Campinas/SP

  • Ônibus 693 da EMTU a partir de Campinas (Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Nogueira). Confira o itinerário do ônibus, clique aqui.
  • Uber ou outro transporte por aplicativo a partir de Campinas. Para ir e voltar de Campinas, gastamos R$ 180,00.

Fica a dica: se você pretende retornar de Uber para Campinas, pode ser que não encontre carros disponíveis para fazer o trajeto. Caso encontre, é bem possível que tenha que pagar a famigerada “tarifa dinâmica”.

A partir de São Paulo/SP

Da capital paulista, não há ônibus diretos para Holambra. Você deve pegar um ônibus para Campinas/SP ou para Paulínia/SP e, depois, outro ônibus, taxi ou uber para Holambra.

Para quem não é de São Paulo, uma opção é alugar um carro, mas você enfrentará um bom trânsito na entrada de Holambra.  Ademais, o estacionamento na Expoflora custa R$ 43,00. Cuidado ao estacionar na rua. Há relatos de que motoristas que foram multados, mesmo onde não havia placa de proibido estacionar. 

Onde comer em Holambra?

Restaurante Old Dutch

É um restaurante típico holandês fundado em 1989. O proprietário é uma figura: um típico holandês bigodudo. A comida é farta e deliciosa. É importante fazer reserva, pois o restaurante é lotado.

Restaurante do Clube

É um restaurante self-service localizado ao lado da Expoflora e do Deck do Amor, na Av. Maurício de Nassau. O restaurante é simples e a comida razoável. É uma opção para quem não quer pagar muito. Do lado de fora do restaurante, há um playground para crianças. O restaurante oferece Wifi gratuito para seus clientes.

Confeitaria Zoet en Zout

Confeitaria Zoet en Zout: vista do lago de Holambra
Confeitaria Zoet en Zout: vista do lago de Holambra

É uma confeitaria famosa em Holambra. Muitos clientes provam os doces ou os cafés apreciando o visual às margens de um lago de Holambra. Infelizmente, os preços são um pouco caros.

Restaurantes na Expoflora

Na exposição, além das barracas de alimentos, há vários restaurantes, como o Restaurante Amsterdam, mas os preços costumam ser mais caros que os na parte de fora do complexo.

Onde se hospedar ?

Há várias pousadas em Holambra, mas, quando decidi visita-la, a maioria delas já estava sem vagas.

Uma excelente opção é ficar em Campinas, onde os preços das diárias estão bem mais em conta no final de semana. Além disso, a cidade é bem mais estruturada e conta com várias opções de bares, restaurantes, shoppings centers.

Eu me hospedei no Royal Tower Palm Carlos Gomes, em Campinas/SP. Trata-se de um hotel bom, com excelente atendimento, avaliado com nota 9,1/10 no Booking.com e bem localizado. Está localizado na Praça Carlos Gomes, muito próxima ao bairro boêmio do Cambuí (400-500 metros).

Você também pode ficar em Arthur Nogueira/SP e Jaguariúna/SP, cidades bem próximas a Holambra.

38a. Expoflora 2019

Alameda do Beijo, Expoflora, Holambra
Alameda do Beijo, Expoflora, Holambra

A Expoflora é uma exposição de flores e plantas ornamentais realizada anualmente para dar as boas-vindas à estação da primavera. Em 2019, ocorreu a 38a. edição do evento.

Ingressos

É possível comprar os ingressos no local ou online. Os preços variam com o tempo, de R$ 19, até 29/5/2019, até R$ 52 no local. Para saber mais, clique aqui.

Estrutura da Expoflora

Beer Station, Alameda Amsterdam, Expoflora, Holambra
Beer Station, Alameda Amsterdam

A Expoflora pode ser dividia em quatro partes: Mostra de Arranjos Florais; Palcos para Shows; Shoppings de Flores e de Artesanato; e Restaurantes e barracas de alimentos e bebidas.

A Mostra de Arranjos Florais é a única exposição gratuita da Expoflora. No dia que visitei, estava tão lotada, mas tão lotada, que era simplesmente impossível entrar.

O mapa a seguir apresenta a estrutura da Expoflora 2019.

Mapa do Expoflora 2019, Holambra
Mapa do Expoflora 2019

Shows e Paradas

A Expoflora se destaca por alguns shows e apresentações:

  • Parada de Flores: carros alegóricos decorados que, ladeados por artistas da Expoflora, percorrem boa parte do recinto conduzindo os visitantes ao local da chuva de pétalas (horário: 16hs).
  • Chuva de Pétalas: em espetáculo em que 18 mil botões de rosas são despetalados, um a um. O evento ocorre ao lado do parque de diversões às 16:30hs.
  • Dança do Ventre
  • Dança Holandesa

Passeio Turístico

Entrada da Passeio Turístico, Expoflora, Holambra
Entrada da Passeio Turístico, Expoflora, Holambra

Uma das atividades opcionais da Expoflora é fazer o Passeio Turístico, que parte a cada 15 minutos. É um tour de ônibus em duas etapas: a primeira é a visita à Fazenda Terra Viva e a segunda é um city tour rápido pela cidade de Holambra.

Fazenda Terra Viva nas proximidades de Holambra
Fazenda Terra Viva nas proximidades de Holambra

Parte 1: Visita à Fazenda Terra Viva, onde é possível apreciar as plantações de flores (crisântemos, girassóis, tulipas brasileiras, etc.). O desembarque é obrigatório. Pode-se permanecer no local quanto tempo quiser.

Parte 2: A segunda etapa do passeio envolve um tour pela cidade de Holambra, mas sem paradas para fotos.  A volta pela cidade é rápida, passando pelo pórtico de entrada de Holambra, pelo Monumento ao Imigrante e pelo Moinho. Em verdade, nem pode ser considerado um city-tour.

Fazenda Terra Viva, nas proximidades de Holambra
Fazenda Terra Viva, nas proximidades de Holambra

A partida e chegada do tour é na Avenida Maurício de Nassau. Esta avenida fica interrompida nos meses de agosto e setembro função da Expoflora. Quem fizer o tour, recebe um novo ticket para ingressar na Expoflora. O preço do passeio turístico é R$ 30 e só pode ser pago em dinheiro.

Girasóis na Fazenda Terra Viva, nas proximidades de Holambra
Girasóis na Fazenda Terra Viva

A visita à fazenda é interessante, onde pudemos observar como é feito o cultivo das flores, dentro e fora das estufas, bem como o controle de iluminação que se adapta à época do ano. No inverno, costuma-se acionar a iluminação artificial, para acelerar o crescimento das plantas. No verão, estendem-se lonas escuras, bloqueando a luz natural, para retardar o crescimento das flores.

A segunda etapa é bem simplória. É uma mera volta pela cidade de Holambra sem parar por nenhum ponto turístico. Apesar de ter gostado de visitar fazenda, sinceramente, não vale pagar R$ 30.

O que eu achei da Expoflora 2019?

A seguir, avalio os pontos positivos e os negativos do evento.

Pontos positivos

Oportunidade para provar a culinária holandesa, comprar diversos tipos de flores, comprar artesanato local e apreciar alguns shows.

Pontos negativos

1. Lotado e desorganizado

Aparentemente, os organizadores do evento venderam mais ingressos do que o local comporta. Tudo bem que visitei a Expoflora no domingo, mas, em alguns trechos, era simplesmente impossível de se locomover.

Multidão na Entrada da Expoflora, Holambra
Multidão na Entrada da Expoflora, Holambra

Uma pessoa passou mal no evento e pude observar a dificuldade que foi para socorrê-la com tanta gente no caminho. Há vários relatos semelhantes no site Reclame Aqui (veja abaixo).  Definitivamente, o evento não é recomendável para idosos!

  • Me informaram que, na pré-estreia do evento, numa quinta-feira, não havia muitas pessoas na Expoflora.

2. Pouca exposição e muito comércio

Flores para venda na Expoflora, Holambra
Flores para venda na Expoflora, Holambra

No complexo, havia apenas um pavilhão com exposições de flores, que nem conseguimos visitar função a multidão de pessoas que se formou para entrar no recinto. Os demais pavilhões eram meramente comerciais.

3. Flores nem tão bonitas assim

Flores Importadas, Expoflora, Holambra
Flores Importadas da Colômbia e do Equador

As flores mais bonitas que encontrei no local eram as rosas importadas da Colômbia e do Equador. Os botões das rosas são maiores e mais bonitos.

4. Tudo caro

Os preços dos produtos e serviços, inclusive os alimentos e bebidas estavam acima do mercado. Uma cerveja custava R$ 15,00.

Se você considerar, ainda, todos os gastos envolvidos para visitar a Expoflora (transporte, hospedagem, estacionamento, etc.), o evento certamente não tem uma boa relação custo-benefício.

5. Não é possível sair e retornar ao evento

Se você sair da área da Expoflora, você não poderá retornar sem pagar novo ingresso. A única exceção é se fizer o Passeio Turístico. Isso acaba fazendo com que você acabe gastando mais no local para almoçar, beber, etc.

A Expoflora no Reclame Aqui

Ao consultar o Reclame Aqui, um famoso site dedicado às reclamações de consumidores sobre empresas, fiquei surpreso com vários comentários que reforçam as nossas constatações. Confira alguns deles!

Reclamação no site Reclame Aqui
Reclame Aqui: comentário acerca da Expoflora em 2018
Reclamação no site Reclame Aqui
Reclame Aqui: comentário acerca da Expoflora em 2019

Resumindo…

Sinceramente, não vale a pena visitar a Expoflora, especialmente, se você não mora perto de Holambra, o que vai exigir gastos adicionais.

O evento é muito mais comercial do que uma exposição de flores propriamente dita. Ainda que você possa apreciar um pouquinho da cultura e da culinária holandesas, você pagará caro por tudo e não terá nenhum conforto.

Entretanto, visitar a cidade de Holambra fora do período da Expoflora pode ser uma opção interessante, pois a cidade estará mais tranquila e os preços dos serviços mais em conta. Holambra é limpa, bem cuidada e agradável.

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Escreva seu Comentário

Pin It