A Escadaria Selarón é uma obra do artista chileno Jorge Selarón, localizada entre os bairros da Lapa e Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro. É uma belíssima homenagem do artista ao povo brasileiro e acredita-se que tenha sido inspirada no Parque Güell de Barcelona.

Turistas na Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Turistas na Escadaria Selarón (parte baixa)

Trata-se de uma escadaria de 250 degraus e 125 metros, antes conhecida como “Escadaria do Convento de Santa Teresa”, repleta de azulejos coloridos cuidadosamente colocados pelo artista. Este imenso mosaico de azulejos é considerado a maior obra de arte no mundo feita por um único artista. Hoje, constitui um dos cartões postais do Rio de Janeiro, por isso, costuma ficar lotado de visitantes ávidos para tirar fotos e registrar a sua presença por lá.

Azulejo com a fotografia de Jorge Selarón, Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Azulejo com a fotografia do artista Jorge Selarón

Jorge Selarón (1947-2013) mudou-se para o Rio de Janeiro em 1983. Fugiu da ditadura de Augusto Pinochet, passou um tempo na Europa e acabou morando nas proximidades da escadaria. Percebendo que a escada estava em péssimo estado de conservação, passou a renovar os degraus com azulejos, inicialmente, com as cores da bandeira do Brasil.

Nas laterais, os azulejos tinham cor vermelha, uma das cores da bandeira chilena. Sem dinheiro, passou a vender suas pinturas para continuar a comprar os azulejos.


Sobre o Rio de Janeiro, leia também:


Dentre os 2000 azulejos que compõem a escadaria, 300 foram pintados a mão pelo próprio artista e refletem a imagem de uma mulher grávida. Seria um assunto mal resolvido no passado do pintor chileno.

Azulejos Laterais, Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Diferentes azulejos na Escadaria Selarón

Selarón considerava a escadaria uma peça de arte em evolução, uma obra nunca completa. Trocava constantemente os azulejos.

“Só acabarei este sonho louco e inédito no último dia da minha vida” (Jorge Selarón)

Com o tempo, ele foi  recebendo doações de azulejos de visitantes do mundo inteiro. Hoje, a escadaria conta com azulejos de mais de 60 países.

Foto na Escadaria Selarón, Rio de Janeiro

Em 2005, a escadaria foi tombada pela Prefeitura Municipal e o artista foi condecorado com o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro.

Selarón morreu em circunstâncias trágicas em 2013 e a sua obra infelizmente terminou. Seu corpo foi encontrado carbonizado em 10 de janeiro em frente a sua própria casa, na escadaria.

“O corpo queimado do artista estava junto a uma lata de thinner. Um pouco antes, haviam sido ouvidos gritos de socorro e cachorros latindo. Em novembro do ano anterior, Selarón havia denunciado à polícia que vinha sendo ameaçado de morte por um ex-colaborador de seu ateliê, (…), que queria obrigá-lo a ceder os rendimentos obtidos com a venda de quadros. Por conta disso, nos últimos meses, ele andava muito triste e vivia trancado em casa.” (Wikipedia)

Um documentário de 2003, chamado “Selarón, a grande loucura”, retrata um pouco da vida do artista e de sua passagem pelo Rio de Janeiro. Neste documentário, o artista revela todo o seu amor pelo Rio e pelo Brasil, país que o acolheu. Para assistí-lo, clique aqui.

Bandeira do Brasil, Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Bandeira do Brasil, Escadaria Selarón (parte alta)

Atualmente, a Escadaria Selarón é um dos pontos turísticos mais visitados no centro do Rio de Janeiro. Já foi locação usada para propagandas, programas de TV e clipes de artistas internacionais.

A propósito, confira aqui o clipe da música Beautiful, de Snoop Dogg e Pharell Williams que utiliza a escadaria como cenário principal. No clipe da música Walk On, da banda U2, a escadaria também aparece em um pequeno trecho (veja aqui).

Informações Úteis

Arte nos Arredores da Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Arte nos Arredores da Escadaria Selarón

Para chegar à Escadaria Selarón, recomendo descer na estação de metrô Cinelândia, na Praça Floriano, que fica a cerca de 700 metros da atração (10 a 15 minutos de caminhada).

A partir do metrô, siga pela Rua do Passeio, passando ao longo do Passeio Público (parque). Cruze a Av. República do Paraguai, passando pelo Lampadário da Lapa e depois pegue a Rua Teotônio Regadas (ao lado da Sala Cecília Meireles), que dá acesso à escadaria.

Os famosos Arcos da Lapa estão a 5 minutos de caminhada da Escadaria. Nas próprias ruas de acesso, há outras obras de arte interessantes. Nos arredores, há vários bares, botecos e restaurantes, afinal, estamos no distrito boêmio da Lapa.

Arte nos Arredores da Escadaria Selarón, Rio de Janeiro
Arte nos Arredores da Escadaria Selarón

Para tirar fotos, a parte de cima da escadaria costuma ficar mais vazia (foto em destaque). Se você gosta de culinária indiana, na parte alta da escadaria, encontra-se o restaurante indiano Hoje tem Curry! – Indian food, muito bem avaliado no Tripadvisor (nota 5/5).

Na região central do Rio, é bom ter cuidado com os pertences e não trazer ou exibir objetos de valor. Infelizmente, algumas partes do centro estão um pouco degradadas.

Médica, 42, apaixonada por pessoas, sabores e novas culturas.

Escreva seu Comentário

Pin It