Centro Histórico de Lima: patrimônio mundial da Unesco #2

O Centro Histórico de Lima é uma área em torno da Plaza Mayor ou Plaza de Armas, compreendendo parte dos Distritos de Lima e Rímac. A região oferece diversas atrações aos visitantes, tais como, Museus, Galerias, Igrejas, a Catedral de Lima e o Palácio Presidencial.

Conhecido como ‘Ciudad de los Reyes’, o centro histórico foi o local de fundação da cidade de Lima pelo conquistador espanhol Francisco Pizarro em 1535. Foi a capital do Vice-Reinado do Peru, uma divisão administrativa da América hispânica. Até o século XVIII, foi também a cidade mais importante do domínio espanhol na América do Sul até a criação dos Vice-Reinados de Granada e do Rio da Prata. Na Plaza Mayor, foi  proclamada a independência do Peru pelo General José de San Martín em 1821.  Em 1988, o centro histórico foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco em razão do seu valor cultural, da sua integridade e autenticidade.

Plaza de Armas, Centro Histórico de Lima, Peru
Plaza de Armas, Centro Histórico de Lima

Plaza Mayor

No segundo dia em Lima, pegamos um taxi até a Plaza Mayor. A praça estava fechada pela Polícia, tendo em vista a ocorrência de um possível protesto. Mas, com cara de turistas, acabamos conseguindo visitar a Catedral e a Praça. Ambas são muito bonitas e valem a visita!

Catedral de Lima, Centro Histórico de Lima, Peru
Catedral de Lima

A Catedral de Lima é a maior igreja do Peru e sede do Arcebispado. Começou a ser construída desde 1535 por Francisco Pizarro. Foi consagrada em 1625 pelo Arcebispo Gonzalo Campo. Sofreu com vários terremotos, mas foi reconstruída. Seu estilo arquitetônico é renascentista e possui uma planta do salão retangular semelhante à Catedral de Sevilha. A tumba do conquistador Francisco Pizarro encontra-se no local.

Catedral de Lima, Centro Histórico de Lima, Peru
Catedral de Lima

Ao lado da Catedral, encontra-se o Museo de Arte Religioso de la Catedral de Lima mas, não chegamos a visita-lo.

Passaje del Correo Central de Lima

Numa rua lateral à Praça (Jirón de la Unión), seguimos pela Passaje del Correo Central de Lima. Havia uma exposição sobre o Peru e o Mar na época colonial no Archivo General de la Nación.

Passaje del Correo Central de Lima, Centro Histórico de Lima, Peru
Passaje del Correo Central de Lima

O Arquivo Geral da Nação apresenta diversas exposições gratuitas. Para conhecer o Catálogo de Exposições, clique aqui.

Passaje del Correo Central de Lima, Centro Histórico de Lima, Peru
Archivo General de la Nación

No Centro Histórico, as atrações são muito próximas umas das outras. Dá para fazer tudo à pé. A região sofreu com vários terremotos, mas os prédios são bem conservados/restaurados e as praças são limpas e agradáveis.

Casa de Literatura Peruana, Centro Histórico de Lima, Peru
Casa de Literatura Peruana

Se você quer conhecer o lado colonial da cidade, não pode deixar de visitar o centro histórico. Vale passar um dia por lá!

Museo y Catacumbas de Lima

Basílica e Convento de São Francisco, Catacumbas, Centro Histórico de Lima, Peru
Basílica e Convento de São Francisco

Depois, seguimos para Basílica e Convento de São Francisco, onde é possível visitar as famosas Catacumbas de Lima.

A visita custa 10 soles e é guiada, passando por diversas salas/claustros do convento e pelas catacumbas, onde eram enterrados os corpos, abaixo da igreja, quando ainda não havia cemitérios em Lima.

“As Criptas de San Francisco, que se tornaram famosas pela similaridade com as catacumbas romanas, são uma série de câmaras subterrâneas (sob a capela da igreja), foram usadas até o início do século XIX, e serviram para enterrar membros de fraternidades e irmandades.” (Fonte: Museo Catacumbas)

Infelizmente, não é possível tirar fotos no trajeto. Mas, a visita é obrigatória!

Palácio do Governo

Plaza de Armas, Palácio do Governo, Centro Histórico de Lima, Peru
Palácio do Governo (ao fundo)

Diante da Plaza Mayor, encontra-se o Palácio do Governo. Construído por Francisco Pizarro no século XVI, já foi a Casa de Pizarro e o Palácio do Vice-Reino.  Atualmente, é a residência e local de trabalho do Presidente do Peru.

Todos os dias ao meio-dia é possível observar a Cerimônia da troca de guarda.

O palácio é muito bonito por dentro e por fora. É composto pelo Gran Hall, por diversos Salões (Dourado, Cáceres, Eléspuru, Túpac, Sevillano e da Paz) e pela residência presidencial.

Infelizmente, não consegui visitá-lo. Mas, pude apreciar essa incrível Visita Virtual 360° (clique aqui).

Para visitar o Palácio do Governo, entre em contato com o telefone +51 1 3113908. As visitas ocorrem aos sábados e domingos em dois horários: às 9 e 10hs da manhã.

Restaurante La Tapada

Almoçamos no restaurante La Tapada, na rua Jirón Ancash, bem simples e barato. Eu comi um Lomo Saltado, que é uma carne com cebolas saltados na frigideira. Mas, a comida é só regular!

Outras Atrações

O centro histórico de Lima dispõe de várias outras atrações, tais como, os seguintes museus:

  • Museo Santo Domingo
  • Museo de los Combatientes de Arica
  • Museo de la Inquisición y del Congreso
  • Museo del Banco Central de Reserva del Perú (BCRP)
  • Museo Nacional Afroperuano e o
  • Museo del Sitio del Parque de la Muralla.

Infelizmente, não os visitamos nesse dia. Visitamos apenas o Museu do Banco Central em nosso 4° dia em Lima.

Retornamos ao hotel…

À noite, fomos jantar próximo ao Shopping Larcomar em Miraflores. O centro comercial ainda estava fechado. Fui ao Central Restaurante, muito indicado no TripAdvisor. Ainda bem que não tinha vaga e que não tínhamos feito reserva. O restaurante não tinha cardápio e o preço era fixo em 399 soles!!!

Jantamos, então, num restaurante ao lado, no Bodega de la Trattoria, bem mais em conta. Comi um risoto, que estava bom, mas nada excepcional!

Bodega de la Trattoria, Lima, Peru
Bodega de la Trattoria

No dia seguinte, fizemos um Tour para Pachacámac. Excelente passeio! Contamos no próximo artigo. Até lá!


Relatos de viagem da Lima

Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Press ESC to close