Museus de Lima, Peru #4

Os museus de Lima, no Peru, são muito interessantes. São museus de arqueologia, arte, fotografia, história, têxtil, dentre outros. Muitos estão dedicados às culturas pré-colombianas.

O mapa a seguir ilustra os 11 principais Museus de Lima, todos com Certificado de Excelência no TripAdvisor. Como você pode observar, eles estão espalhados pela cidade, o que exige muito deslocamento se você pretende visitar 2 ou mais no mesmo dia.

 

No quarto dia em Lima, conhecemos o Museu Larco, o Museu LUM, dedicado aos direitos humanos, e o Museu do Banco Central da Reserva do Peru. Os demais museus de Lima, deixei para uma outra oportunidade!

Museu Larco

Entrada do Museu Larco: um dos melhores museus de Lima
Museu Larco: um dos melhores museus de Lima

O Museu Arqueológico Rafael Larco Herrera, também chamado de Museu Larco (foto em destaque), é um museu privado dedicado aos artefatos pré-colombianos. Sem dúvida, é o principal museu de Lima!

Rafael Larco Hoyle é considerado um dos pais da arqueologia peruana. Dedicou-se a estudar os tesouros do antigo Peru, realizou estudos estratigráficos e escreveu diversos textos científicos acerca do tema.

Só por curiosidade: Rafael Larco Herrera, que dá nome ao museu, foi o pai de Rafael Larco Hoyle. A coleção de objetos do arqueólogo ganhou esse nome em homenagem a Herrera pelo seu amor à pátria.

Está em uma edificação do século XVIII construída sobre uma Pirâmide Pré-Colombiana. Os espanhóis costumavam fazer isso para indicar que a sua cultura ou religião era superior à dos nativos. Foi o caso, por exemplo, da Catedral Metropolitana da Cidade do México.

  • As civilizações pré-colombianas não se resumem à civilização Inca. Esta é a mais conhecida e dominou a região por apenas 150 anos antes da chegada dos espanhóis. Entretanto, a civilização começou por ali há 5.000 anos.

O museu está dividido em 4 partes: a exposição permanente, os depósitos visitáveis, a sala erótica e os jardins.

adornos - Museu Larco
Adornos

A exposição permanente é composta por várias salas onde é apresentada a cultura, as cerimônias, os adornos, vestimentos e demais objetos do antigo Peru.

Objetos de Cerâmica - Museu Larco
Cerâmica

Há painéis explicativos descrevendo os rituais e sacrifícios que tinham lugar nesta época.

Painéis Explicativos - Museu Larco

Nos depósitos visitáveis, há um incrível estoque de peças (mais de 30.000) que é acessível aos visitantes.

Depósitos Visitáveis - Museu Larco
Depósitos Visitáveis

A sala erótica expõe um conjunto de cerâmicas que fazem alusão ao desejo e à fertilidade.

Por fim, os jardins, na parte exterior do museu, são belíssimos. Vale gastar um tempo lá.  A entrada do museu, toda florida, nos encantou!

Jardins - Entrada do Museu Larco
Jardins da Entrada do Museu

Se tiver que escolher apenas um museu em Lima para visitar, escolha o Museu Larco. Ele é muito didático! Recomendo passar 3 ou 4 horas por lá para explorá-lo adequadamente.

O Museu funciona das 9 às 22hs, de segunda a domingo (nos feriados o horário é reduzido). O ingresso custa 30 soles. O museu fica no bairro Pueblo Libre. Tem que ir e voltar de taxi ou de Uber!

Museu LUM

Museu LUM
Museu LUM

De lá, seguimos para o Museu LUM – Lugar de la Memoria, la Tolerancia e la Inclusión Social. O museu é um lugar dedicado à reflexão sobre a violência ocorrida no Peru especialmente no período entre 1980 e 2000.

Painel Museu LUM

Trata-se, basicamente, de um museu sobre os grupos terroristas Sendero Luminoso e Movimento Revolucionário Tupac Amaru (MRTA), bem como sobre as operações do Estado para combater estes grupos.

Relatos Pessoais - Museu LUM
Relatos Pessoais

A exposição permanente não reflete apenas um único ponto de vista, pois foi elaborada com a participação de diversos grupos de interesse, tais como, os membros de associação de vítimas, jornalistas, personalidades do setor cultural, representantes do Estado e de ONGs de direitos humanos.

  • Não se faz apologia a grupos criminosos! Pelo contrário, mostra-se o quanto estes grupos provocaram sofrimento na população peruana.

Museu LUM

O museu também dispõe de diversas exposições temporárias. Para saber mais, consulte o site do Museu (clique aqui).

Vale uma visita, pois, nele aprende-se muito sobre o que aconteceu no Peru nos últimos 40 anos.

O Museu LUM é mantido pelo Ministério da Cultura e fica na Bajada San Martín em Miraflores. A entrada é gratuita. Está aberto de 10 às 18 horas, de terça à domingo.

Restaurante Tanta

O LUM fica próximo à Avenida do Exército, não muito distante do shopping Real Plaza Salaverry. Seguimos, então, caminhando até o centro comercial, onde almoçamos no Restaurante Tanta, indicado por um dos taxistas.

  • Tanta é uma rede de restaurantes dedicados à cozinha caseira peruana, com várias unidades na cidade de Lima, mas com presença em Santiago do Chile, Buenos Aires, na Argentina, e Chicago, nos Estados Unidos.
Mojadito - Restaurante Tanta
Mojadito

Provei um Mojadito, um prato de pescado com mandioca. Um pouco picante, mas muito gostoso!

Museu do Banco Central

Entrada do Museu do Banco Central da Reserva do Peru
Entrada do Museu

Pegamos um Uber até o Museo del Banco Central de Reserva del Perú (BCRP Museum), na região central da cidade, por sugestão de um amigo peruano. Alguns taxistas se recusaram a nos levar, alegando que o trânsito estava muito pesado.

Sinceramente, eu esperava que o Museu fosse dedicado exclusivamente à atividade do Banco Central Peruano (economia, moedas, etc.). Entretanto, não é sobre isso.

  • Recomendo a visita ao Museu de Valores do Banco Central do Brasil em Brasília. O museu conta a história das moedas brasileiras e contempla exposições de moedas de diferentes países. Tem uma Sala dedicada ao ouro, sua forma de extração e processamento. É excelente e a entrada também é franca.

O Museu tem 3 pisos que exibem arte contemporânea, artefatos arqueológicos e pouquíssimas moedas.

No piso inferior, o Museu apresenta uma mostra da arte e da cultura originária do antigo Peru, seus objetos de cerâmica e metalurgia. Neste piso, você também poderá observar o tamanho e espessura das portas do cofre do Banco Central. Impressionante!

Porta de um Cofre - Banco Central da Reserva do Peru
Cofre

No piso superior,  há uma pinacoteca, com quadros dos mais destacados pintores peruanos.

Pinacoteca - Banco Central da Reserva do Peru
Pinacoteca

Por fim, no piso térreo, logo na entrada do museu, há uma pequena exposição de moedas.

Infelizmente, o Museu tem pouca informação escrita. A vantagem é que a entrada é gratuita.

Está aberto de terça à sábado das 9 às 17 hs (quarta-feira tem horário estendido). Está localizado no Centro Histórico de Lima (Jirón Lampa 474).

  • Fica a dica: Se estiver pelo centro, acho que vale uma passada por lá. Caso contrário, é melhor ir ao Museu Larco.

Como disse, Lima tem diversos museus interessantes. Mas,  a maioria deles está espalhado pela cidade.  Talvez seja necessário 2 ou 3 dias para visitar os principais museus de Lima.

Restaurante José Antônio: furada!

Restaurante José Antonio
Entrada

À noite, fomos jantar no Restaurante José Antonio, próximo ao hotel. O restaurante, apesar de bem elogiado no Tripadvisor (Certificado de Excelência), não vale a visita!

Em primeiro lugar, é caro. Além disso, a comida não é tão saborosa assim. Os garçons tentavam, constantemente, nos “empurrar” alguns pratos, couverts, e sobremesas.

Restaurante José Antonio
Spaguetti a tres salsas

Eu provei um prato de carne com Spaguetti a tres salsas.  Só OK!

No dia seguinte, fomos visitar um sítio arqueológico em pleno Distrito de Miraflores.

Contamos no próximo post. Até lá!

Confira nossos relatos de viagem a Lima, Peru:
Dia 1. Miraflores: o distrito mais bonito de Lima
Dia 2. Centro Histórico de Lima – patrimônio mundial da Unesco
Dia 3. Pachacámac – sítio arqueológico nos arredores de Lima
Dia 3. Circuito Mágico del Água (noite)
Dia 4. Museus de Lima
Dia 5. Huacla Pucllana – sítio arqueológico em Miraflores

Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Press ESC to close

Enviando dinheiro para a Argentina via Western Union Buenos Aires: comendo bem e barato