Press ESC to close

Câmbio na Argentina: dicas para uma viagem mais econômica

A dica mais importante para quem vai para a Argentina é prestar atenção ao câmbio. Dependendo da forma como você troca seus dólares (ou reais) por pesos argentinos, sua viagem pode ficar muito cara ou muito barata. Neste artigo, você confere as dicas para fazer câmbio na Argentina e tornar a sua viagem mais econômica.

Antes, entretanto, precisamos explicar os vários tipos de câmbio no país vizinho.

1. Quais são os tipos de câmbio na Argentina?

Notas de 100 pesos argentinos, Argentina
Notas de 100 pesos argentinos

 

Ao longo do tempo, por motivos que não vale a pena aqui detalhar, foram surgindo vários tipos de câmbio na Argentina, destinados a operações específicas, tais como:

  • o “dólar Qatar”, para gastos com moeda estrangeira com cartão de crédito ou débito em passagens ou pacotes turísticos;
  • o “dólar coldplay”, para contratação de artistas no exterior;
  • o “dólar MEP” ou “dólar bolsa”, para operações com títulos soberanos no mercado de ações.
  • o “dólar blue”, que corresponde ao mercado paralelo, não oficial.

Como dá para perceber, o câmbio na Argentina é bem confuso. Entretanto, para os turistas são duas as cotações que realmente importam: o câmbio oficial e o paralelo ou blue. A maioria das outras cotações ficam bem próximas a essas duas (veja tabela abaixo).

As operações realizadas nas Casas de Câmbio ou no Banco de la Nación Argentina são liquidadas com base num câmbio oficial (ou dólar BNA), que é bem desvantajoso para os turistas. Além disso, a operação é burocrática e demorada, sendo exigidos várias informações e documentos do viajante.

Por sua vez, as compras com cartões de crédito ou débito internacional feitas na Argentina são liquidadas pelo chamado “dólar mayorista” ou dólar interbancário, no Mercado Único de Cambio Livre (MULC), que movimenta o maior volume de operações cambiais na Argentina. Esta cotação é próxima do câmbio oficial e, portanto, também é desvantajosa para o turista.

 

Tipo de CâmbioCotação do dólar americano
Dólar Oficial$172,29
Dólar Blue$319
Dólar Ahorro$284,28
Dólar Qatar$344,58
Dólar mayorista$165,61
Dólar MEP$318,45
Dólar cripto$325,24

Cotações do USD na Argentina em 25/11/2022 (fonte: Ambito.com)

 

Dito isso, nossa recomendação para o viajante é fazer o câmbio através da rede Western Union.

 


Sobre Argentina, leia também:


2. Como enviar dinheiro via Western Union?

A Western Union (WU) é uma instituição financeira multinacional com 170 anos de existência e que opera câmbio em mais de 200 países e territórios com uma rede de mais de 550 mil pontos de atendimento.

Não sei dizer o tipo de câmbio que é usado pela WU, mas a cotação do dólar costuma ser o dobro do dólar oficial. Em outubro de 2022, quando estivemos em Buenos Aires, o dólar oficial valia $151 pesos e o dólar no Western Union valia $303.

Para você fazer a operação de câmbio pelo Western Union, siga os seguintes passos:

Passo 1: Baixe o app Western Union no seu smartphone (Android e iOS)

Passo 2: Clique na opção Enviar Dinheiro

Western Union, Tela Inicial do App
Western Union, Tela Inicial

Passo 3: Selecione Enviar para Argentina – digite o montante que você deseja enviar, selecione a opção de como seu destinatário quer receber o dinheiro (no caso, em uma loja) e como você gostaria de pagar (no caso, pix ou transferência bancária). O sistema irá calcular o valor total que você deverá pagar em reais, incluindo o IOF e as tarifas da Western Union (que costumam girar em torno de R$ 30 ou R$ 40).

Western Union, Tela 2, Enviar dinheiro para a Argentina
Western Union (tela 2): Enviar dinheiro para a Argentina

Passo 4: Na próxima tela, aparecerá as informações do destinatário. Selecione você mesmo como destinatário da transferência. Antes de selecionar o destinatário, você deverá ser solicitado a preencher um cadastro na Western Union, com seus dados pessoais, e-mail e senha. Ao final, indique a finalidade da transação “Despesas com viagens internacionais”.

Western Union, Tela 3, Destinatário do Envio de Dinheiro
Western Union (tela 3): Destinatário do Envio de Dinheiro

Passo 5: Na próxima tela, há um resumo da operação. Verifique se está tudo ok. Concorde com os termos de serviço e selecione Enviar.

Western Union, Tela de Confirmação da Transferência
Western Union, Tela de Confirmação da Transferência

Passo 6: Você receberá um e-mail com os dados da transferência, que pode ser feita na modalidade Pix ou TED. Opte pela modalidade Pix, que é mais rápida. Lembre-se que você deverá fazer a transferência em até 1 dia útil após confirmada a transação.

Passo 7: Após fazer o Pix, o prazo previsto para que o seu dinheiro seja remetido à Argentina é de até 72 horas. Por meio do aplicativo Western Union ou por e-mail, você ficará sabendo quando seu dinheiro poderá ser retirado.

Passo 8: Vá até uma loja credenciada Western Union na Argentina e retire o seu dinheiro. Você deverá levar um documento de identidade com foto (RG) ou Passaporte e o número de rastreamento (MTCN).

Confira, a seguir, as principais dicas para quem vai usar o Western Union!

  • Dica 1: Prefiro selecionar o montante a receber em pesos argentinos e deixar que o aplicativo calcule o valor a pagar em reais. O ideal é optar por um valor cheio para facilitar o recebimento dos pesos argentinos em espécie.
  • Dica 2: Nem todas as agências credenciadas permitem a retirada de montantes elevados, notadamente, as localizadas em cidades pequenas. Talvez seja mais vantajoso fazer primeiro uma transferência de até 40 ou 50 mil pesos até que você encontre uma loja que faça operações com quantias maiores.
  • Dica 3: Em Buenos Aires, você não precisa ir à agência mais famosa da Western Union (avenida Córdoba com Calle Montevideo), onde costuma haver muitas filas. Há várias outras agências espalhadas por Buenos Aires.
Fila de Brasileiros para Retirar Dinheiro na Western Union, Buenos Aires, Argentina
Fila de Brasileiros para Retirar Dinheiro na Western Union, Buenos Aires
  • Dica 4: Procure a agência da Western Union mais próxima a sua hospedagem para não ficar pela cidade carregando muito dinheiro consigo. Algumas agências do Pago Fácil que estão em toda a cidade de Buenos Aires são credenciadas da Western Union.
  • Dica 5: Apesar do prazo previsto de até 72 horas para seu dinheiro estar disponível, normalmente, a transferência já está completa em 1h ou 2h após o Pix. Portanto, você pode fazer a sua operação quando já estiver na Argentina, desde que esteja com seu aplicativo de banco no celular.
  • Dica 6: É provável que você gaste uma manhã ou uma tarde apenas com as questões burocráticas. Procure fazer isso no seu primeiro dia em Buenos Aires ou na cidade em que chegar à Argentina.
  • Dica 7: Para agilizar o seu atendimento na agência da Western Union, leve escrito num papel os dados de seu endereço no Brasil, seu endereço na Argentina, seu telefone de contato e, se possível, cópia do seu RG, pois isso será solicitado.

3. Câmbio paralelo na Argentina

Há lojas na Argentina que operam o câmbio paralelo, também chamado de “Cambio Blue”. A transação é feita de forma rápida e informal, sem a necessidade de apresentar documentos.

Há várias dessas lojas espalhadas por Buenos Aires. Algumas são credenciadas da Western Union. Um exemplo é a Ayacucho Cambio (Av. Santa Fé, 1998).

Não sei dizer se estas lojas são legais ou não, mas a forma ostensiva com que operam em Buenos Aires faz presumir que sim.

Em outubro de 2022, o dólar paralelo valia cerca de $270 pesos.

4. Não utilize os serviços dos ‘arbolitos’

Galerias Pacífico, na Calle Florida, Buenos Aires
Calle Florida em Buenos Aires

O que não recomendo de forma alguma é utilizar os serviços dos arbolitos, pessoas que ficam paradas como se fossem árvores na Calle Florida ou outras vias turísticas, oferecendo câmbio (paralelo) aos turistas.

Eles levam os interessados para locais escondidos para realizar essas operações. Neste caso, há muitos riscos envolvidos, dentre os quais, o de receber dinheiro falso.

5. Pague com dinheiro em espécie

Sempre que possível, pague hotéis, restaurantes, passeios, transportes e museus com dinheiro em espécie ou “en effectivo“, como dizem por lá. Pesos argentinos são aceitos em todos os estabelecimentos, mas há aqueles que aceitam também dólares americanos ou Euros com uma cotação bem vantajosa para os turistas.

 Em alguns estabelecimentos, ainda há um desconto de 10% para quem paga en efectivo.

Evite, por enquanto, usar os cartões de crédito ou débito para pagamentos ou saques.

É verdade que o governo argentino adotou uma medida que permite às empresas de cartões de crédito liquidar a moeda estrangeira na cotação “Dólar MEP”, mais vantajosa, mas aparentemente essa medida ainda não foi implementada.

6. Pagando hotéis e acomodações na Argentina

Arc Arenales Studios & Suites, Recoleta, Buenos Aires
Arc Arenales Studios & Suites, Recoleta, Buenos Aires

Sobre as diárias de hotéis e outros tipos de acomodação na Argentina, há incidência do IVA, Imposto sobre Valor Agregado, na alíquota de 21%. O IVA é um imposto semelhante ao ICMS e ao ISS.

Entretanto, em 2017, foi instituída a isenção do IVA para turistas estrangeiros, desde que estes efetuem o pagamento mediante cartão de crédito ou débito internacional ou, ainda, mediante transferência internacional de divisas.

Para ser mais exato, não se trata de uma isenção, mas de uma restituição automática do imposto. O IVA é cobrado e, na sequência, restituído ao cliente, produzindo o mesmo efeito prático de uma isenção. Essa restituição (reintegro) estava prevista na lei tributária argentina havia muitos anos, mas só foi regulamentada por uma Resolução da AFIP em 28 de dezembro de 2016. A restituição do IVA não se aplica a outros serviços consumidos na acomodação, como restaurantes, salvo o café da manhã incluído na diária.

Dito isso, se você efetua o pagamento com cartão internacional, a conversão será feita pela cotação oficial, que é bem desvantajosa para o turista.

Por isso, mesmo com o acréscimo do IVA, vale mais a pena efetuar o pagamento em dinheiro, seja em dólares americanos ou em pesos argentinos, se a conversão for feita pelo dólar blue ou pelo Western Union.

Lembre-se, ao fazer a reserva da sua acomodação, de escolher a opção de pagamento no estabelecimento. Se você fizer pagamento antecipado, a cobrança será feita no seu cartão e, por consequência, sua hospedagem vai sair mais cara.

Por fim, fica aqui uma sugestão para quem viaja à Argentina. Pergunte ao hotel se você pode fazer uma transferência para a conta do estabelecimento através do Western Union e se, neste caso, haverá ou não incidência do IVA. Nunca fiz essa operação, mas, se der certo, pode ser bem conveniente para o turista.


Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *