Passeio de jipe em Pipa: tour pelas belezas do litoral sul Potiguar

Pipa é um belíssimo e badalado vilarejo situado no município de Tibau do Sul, no estado do Rio Grande do Norte. É famoso por suas paisagens naturais impressionantes, praias de águas cristalinas, falésias coloridas e pela vida noturna animada. 

Esse vilarejo também é conhecido como “Praia de Pipa”, entretanto, o balneário de Pipa abrange várias praias, desde a Praia de Cacimbinhas, ao norte, até a Praia de Sibaúma, ao sul. É uma praia mais bonita que a outra, sem considerar as praias dos municípios adjacentes.

Uma das maneiras mais emocionantes de explorar Pipa e seus arredores é através de um passeio de jipe 4×4, chegando a incríveis lugares que são difíceis de alcançar a pé ou de carro. Um passeio de jipe 4×4 permite que você conheça as falésias, praias e lagoas de Pipa a partir de uma perspectiva única e empolgante.

Então, se você está procurando um destino turístico que combine belezas naturais incríveis e muito entretenimento, Pipa é o lugar certo para visitar. E um passeio de jipe 4×4 é uma ótima maneira de experimentar tudo o que essa região tem a oferecer.

Conheça a seguir nossa experiência no passeio de jipe 4×4 em Pipa!

Contratando o passeio

Site da Agência de Turismo - Passeios em Pipa/RN

Contratamos nosso passeio de jipe em Pipa com a  agência Passeio em Pipa. Fiquei encantada com o serviço, desde o processo de reserva que foi fácil e tranquilo, até o atendimento dos consultores. Existia a opção de conversar com um consultor pelo WhatsApp ou de reservar diretamente no site da agência, escolhendo a data e horário que melhor atendesse às minhas necessidades. Decidi entrar em contato via WhatsApp e o Leandro foi muito prestativo, respondendo a todas as minhas dúvidas rapidamente. 

Assim que a reserva foi efetuada, recebi meu voucher pelo WhatsApp e, um dia antes do tour, o motorista Jaelson entrou em contato conosco para confirmar o horário de pick-up no hotel. 

Importante ressaltar que a agência Passeio em Pipa não tem loja física na cidade mas, isso não foi um problema pois o atendimento pelo Whatsapp sempre foi muito rápido e efetivo. Eles respondem mensagens das 7h às 23h.

Começando o passeio

Iniciando o passeio de Jipe em Pipa, Rio Grande do Norte

Pontualmente às 9h30 (horário agendado), o jipe estava em frente à nossa pousada. Como era dia de semana, éramos apenas 5 passageiros, incluindo um casal de argentinos. Nos finais de semana e feriados,  os veículos costumam ficar mais lotados, o que pode ser um pouco desconfortável. Não era o nosso caso.

Em poucos minutos, todos estavam a bordo e prontos para iniciar o passeio. Antes, entretanto, fizemos uma parada num supermercado para comprar algumas garrafas d’água, fundamentais para manter-nos hidratados no calor inclemente do Rio Grande do Norte.

Mirante do Chapadão (Praia do Amor)

Mirante do Chapadão, Vista da Praia do Amor, Pipa, Rio Grande do Norte
Mirante do Chapadão, Vista da Praia do Amor

O Mirante do Chapadão foi a nossa primeira parada do passeio de jipe. É uma enorme falésia avermelhada que fica a 2km do centro de Pipa. Você pode chegar até lá pela Avenida Baía dos Golfinhos (via principal de Pipa) ou pela própria Praia do Amor, mas, ao final, terá que subir uma escadaria com mais de 150 degraus.

Independente de como vai chegar lá, não deixe de ir! O local possui umas das vistas panorâmicas mais incríveis da região. Prepare-se para tirar fotos deslumbrantes das praias, das suas areias e pedras e das falésias. além de apreciar uma vista que se estende desde a Praia do Amor até o município de Baia Formosa/RN.

Recomendo apenas ter muito cuidado, pois falésias são paredões íngremes e bastante altos (desenhados pela ação do mar nos últimos 180 milhões de ano). Afinal, além de não ter nenhuma proteção física no local, essas rochas são instáveis e podem se desprender. Uma queda dessa altura, com certeza será fatal.

Praia das Minas

Praia das Minas, Local de Desova das Tartarugas, Pipa, Rio Grande do Norte
Praia das Minas, Local de Desova das Tartarugas

Após o Mirante do Chapadão, passamos pela  Praia das Minas, localizada entre a Praia do Amor e Praia de Sibaúma, mas não fizemos parada no local. A Praia das Minas é ideal para quem busca sossego, belas paisagens ou deseja praticar esportes que se beneficiam dos ventos fortes, como o Kitesurf.

Por ser uma praia bastante deserta, rodeada por Mata Atlântica e dunas, é um local de preservação, utilizado para a desova das tartarugas. Ao longo do caminho você poderá observar várias estacas numeradas utilizadas para controle do ninhos, realizado pelo Projeto Tamar.

Você sabia que as tartarugas marinhas costumam voltar, após muitos anos, para a mesma praia onde nasceram para fazer seus ninhos? Os ninhos sempre devem estar acima da linha das marés e ter uma temperatura adequada para o desenvolvimento dos filhotes.

Após a postura, os ovos geralmente eclodem em 45-60 dias. Os filhotinhos de tartaruga caminham sozinhos até o mar, uma vez que a mamãe tartaruga vai embora logo após a postura. Cada fêmea pode realizar de três a 13 desovas em uma mesma temporada de reprodução, com intervalos que variam entre nove e 21 dias (fonte: Projeto Tamar).

Mirante das Falésias

Vista a partir do Mirante das Falésias, Sibaúma, Rio Grande do Norte
Vista a partir do Mirante das Falésias

O Mirante das Falésias foi a segunda parada do passeio. Está localizado na região de Sibaúma, dando continuidade ao extenso paredão rochoso do Chapadão. Sua coloração avermelhada advém da rocha que a compõe, no caso, o arenito.

O Miradouro possui também uma belíssima vista panorâmica e inclui alguns banquinhos para fotos. Sem dúvida, vale a parada, mas, particularmente, gostei mais do Mirante do Chapadão. 

Travessia de Jangada do Rio Curimataú

Travessia do Rio Curimataú, Barra de Cunhaú, no Rio Grande do Norte.

O Rio Curimataú nasce no estado da Paraíba e desemboca no Atlântico na Barra de Cunhaú, no Rio Grande do Norte. Com cerca de 200km de extensão, o rio é importante para a economia das cidades que banha, seja pela pesca, pela irrigação ou mesmo pelas atividades de lazer.

A travessia pelas águas calmas do rio leva apenas uns 3 a 5 minutos em um chalana, cujo ingresso já está incluso no passeio de jipe. Chegando na outra margem, você já está pronto para desfrutar de mais um pedacinho de paraíso – a Praia da Restinga.

Travessia do Rio Curimataú, Rio Grande do Norte, Chalana
Chalana para a Travessia do Rio Curimataú, Barra de Cunhaú.

Praia da Restinga (Baía Formosa)

Praia da Restinga, Baía Formosa, Rio Curimataú, Rio Grande do Norte
Praia da Restinga, Baía Formosa/RN

A Praia da Restinga é uma faixa de areia às margens do Rio Curimataú, próximo à sua foz. Pertence ao município de Baía Formosa/RN e fica do lado oposto ao da Barra do Cunhaú. A praia oceânica de Baía Formosa fica a uma rápida caminhada da Praia da Restinga. Neste local, as águas são tão tranquilas que o rio se assemelha a uma lagoa. São águas claras e quentes que convidam o visitante a dar um mergulho.

As barracas de praia também disponibilizam algumas redes na água da lagoa, muito parecido com as que descrevemos no Passeio para o lado leste de Jericoacoara. Claro que não perdi a oportunidade de relaxar alguns minutos por lá.

Tomamos uma água de coco (R$ 5) e uma cerveja long neck (R$ 10) na Barraca da Estrela e já estávamos prontos para seguir viagem. Para quem quiser petiscar, uma porção de camarão sem casca custa cerca de R$ 60 e um espetinho de queijo custa R$ 8.

  • Fica a dica: É possível fazer passeios de barco pelo Rio Curimataú, a partir da Praia da Restinga ou da Barra de Cunhaú. Uma das empresas que realiza esses passeios é a Sambaqui Catamarã.

 

Praia de Barra do Cunhaú (Jacuzzi Natural)

Barraca Miramar, Barra do Cunhaú, Rio Grande do Norte
Tendas da Barraca Miramar, Barra do Cunhaú, Rio Grande do Norte

Atravessamos de volta o Rio Curimataú, pegamos o jipe e seguimos para a praia oceânica da Barra do Cunhaú. Essa foi, sem dúvida, a melhor parada do nosso passeio. 

Ficamos na Barraca Miramar que é simplesmente incrível. As tendas para 4 pessoas são confortáveis e aconchegantes. Por ser um dia da semana, conseguimos uma tenda de frente do mar com uma brisa deliciosa. A limpeza do estabelecimento e a gentileza dos garçons, merecem destaque. 

  • Os banheiros tem ar condicionado, música ambiente e são muito limpos, o que é muito raro de acontecer em barracas de praia. 

A comida era um pouco mais cara (porção de pastel R$ 35; moqueca de camarão para 2 pessoas R$ 195; cerveja Heineken 600ml R$ 23 e água de coco R$ 6), mas vale tanto pela sua qualidade, quanto pela infraestrutura que a barraca oferece ao turista.

Há outras barracas Miramar no Rio Grande do Norte, mas nem todas tem a qualidade dessa situada na Barra do Cunhaú.

Piscinas Naturais, Barra do Cunhaú, Rio Grande do Norte
Jacuzzi Natural, Barra do Cunhaú, Rio Grande do Norte
Pedra Furada - Jacuzzi Natural

Ficamos por lá cerca de 2 horas e valeu a pena cada minuto. 

Na frente da barraca, há vários tipos de piscinas naturais, que são uma delícia. Algumas são mais profundas outras rasinhas. Há também aquelas que, ao encherem, formavam pequenas cascatas. Adorei!

É nessa praia que esta a famosa pedra furada, também conhecida como jacuzzi natural. Nosso guia, entretanto, não recomendou que a atravessássemos por baixo pelo risco de acidente.

Mirante do Madeiro

Mirante do Madeiro, Pipa, Rio Grande do Norte

Já passava das 15h quando nos dirigimos para o norte do vilarejo de Pipa. A próxima parada do nosso passeio de jipe foi no Mirante do Madeiro, localizado na praia homônima. A entrada é pelo Restaurante do Jegue.

Aqui vale um elogio para esse restaurante que já havíamos conhecido no dia anterior. O paisagismo, feito pelo proprietário com itens simples como garrafas de cerveja, é incrível. A simpatia dele, que adora ficar batendo um papo com os clientes, também precisa ser destacada.

Entrada do Restaurante do Jegue, Mirante do Madeiro, Pipa

Além de tudo isso, a vista é realmente deslumbrante. Neste final de tarde, já não é mais possível avistar os golfinhos, mas não deixa de ser surpreendente poder apreciar o belíssimo panorama formado pela praia e as falésias.

Mirante e dunas de Cacimbinhas (skibunda)

Skibunda nas Dunas de Cacimbinhas, Tibau do Sul

Hora de queimar as calorias. Saindo do Mirante do Madeiro, nosso jipe fez uma parada nas Dunas de Cacimbinhas para que pudéssemos escorregar nas dunas. As pranchas são distribuídas gratuitamente para que possamos subir e descer as dunas quantas vezes quiséssemos. É claro que subi apenas 1 vez, afinal, faltou fôlego.

Falésias de Cacimbinhas, Tibau do Sul, Pipa, Rio Grande do Norte
Falésias de Cacimbinhas

Caso você ainda não tenha conseguido a foto perfeita da praia e as falésias, atravesse a estrada e você terá uma nova oportunidade com a incrível paisagem panorâmica do Mirante das Cacimbinhas.

Por do Sol na Lagoa Guaraíras (Tibau do Sul)

Pôr do Sol na Lagoa Guaraíras, Tibau do Sul, Rio Grande do Norte

A última parada do passeio de jipe é na Lagoa Guaraíras para apreciar o por do sol, que acontece em torno das 17h20.

A história da Lagoa Guaraíras começa no século XVII, quando os holandeses construíram um canal que a conectava com o mar para evitar inundações nas vilas ao redor. Esse canal acabou sendo esquecido e ficou soterrado por uma duna de areia por quase 300 anos, até que em 1923 foi aberto um novo canal. Infelizmente, esse novo canal não foi capaz de suportar a quantidade de água, resultando na destruição da Vila de Tibau em 1924.

Desde então, a hidrografia e geografia do local foram transformadas, criando um ecossistema de estuário que é o lar de várias espécies da fauna e flora locais, como cavalos-marinhos, golfinhos, meros, garças, aves de todos os tipos e uma grande variedade de plantas de manguezal.

Apesar da tragédia que aconteceu, hoje a Lagoa Guaraíras é um importante ponto turístico ecológico na região, onde é possível  fazer um passeio de lancha e apreciar o pôr do sol.

Dicas e informações úteis para o passeio de jipe em Pipa

  • O passeio de jipe dura cerca de 7-8 horas, partindo dos hotéis a partir das 9h30. Os jipes tem um limite máximo de 11 passageiros além do motorista. Acredito que fique um pouco apertado, se a lotação estiver completa. Fizemos o tour durante a semana e estávamos em apenas 5 pessoas (além do motorista) e foi bastante tranquilo.
  • Jipe não é um automóvel confortável por natureza, por isso, saiba que, nas estradas de terra, ele vai trepidar e pular bastante.
  • Como regra geral para passeios pelo litoral brasileiro, não esqueça o protetor solar, óculos de sol, chapéu e água para hidratar-se bem
  • Sugiro também levar aquelas sapatilhas aquáticas para evitar machucar os pés ao entrar nas piscinas naturais.

Avaliação Geral

Recomendamos o passeio de jipe em Pipa, pois é um modo fácil de ter uma visão geral de todas as praias e atrações dos arredores, em especial, do litoral sul do Rio Grande do Norte.

Nosso passeio foi realizado através da agência Passeio em Pipa, que recomendamos. Seja no agendamento, seja no tour propriamente dito, o cuidado com o turista foi excelente.

Disclaimer: Fizemos esse tour a convite da agência Passeio em Pipa. Entretanto, todas as informações contidas neste artigo refletem fielmente a nossa real experiência.

Luciana Mardegan

Médica, 42, apaixonada por pessoas, sabores e novas culturas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *