Harbin: guia completo da cidade do gelo na China

Muito pouco conhecida pelos brasileiros, Harbin, a cidade do gelo, foi um dos destinos turísticos que mais me surpreendeu. Imagine visitar um parque de exposições inteiro, com prédios de quase 50 metros de altura, construídos com blocos de gelos, nos quais você pode subir e escorregar, sem ser cenário de um filme de Walt Disney?

Imagine, ainda, apreciar gigantescas esculturas de neve belíssimas e com tantos detalhes.  É de se apaixonar!

Localizada no Extremo Oriente da China, na Manchuria, é em Harbin que acontece o grandioso festival de inverno, cujas três principais atrações são: a Snow Sculpture Art Expo at Sun Island, o The Ice and Snow Amusement World e o Ice lantern Fair in Zhaolin Park.  É um espetáculo de criatividade, originalidade e muitas cores.

Harbin Ice and Snow Amusement World
Harbin Ice and Snow Amusement World

Harbin era uma antiga vila de pescadores, foi colonizada pelos russos que deixaram muitos traços de sua arquitetura. Hoje, é uma incrível metrópole de mais de 5 milhões de habitantes. Há muita coisa para se fazer por lá, não somente no festival de inverno. Definitivamente, você tem que ir lá!

Neste artigo, você confere um guia completo para visitar Harbin, na China.

Quando ir para Harbin?

A melhor época para visitar Harbin é no inverno, durante o Harbin International Ice and Snow Sculpture Festival. Nessa época, entre 15 a 18 milhões de turistas se dirigem para metrópole para apreciar o belíssimo espetáculo.

Oficialmente, o festival acontece de 5 de janeiro até o final de fevereiro, mas as exposições geralmente estão abertas desde dezembro até meados de março, se o frio permitir.

Harbin no verão

É possível visitar Harbin no verão, mas, o foco da viagem estará mais voltado às atividades histórico-culturais.

Durante o verão, você pode apreciar a influência russa em Harbin, observando a arquitetura da região central (Daoli) ou a Catedral de Santa Sofia.

Museu da Unidade 731

Poderá visitar também o Museu da Unidade 731, que foi um dos capítulos mais terríveis da história sino-japonesa, mas pouco conhecido dos ocidentais.

Baseada no distrito de Pingfang, em Harbin, a Unidade 731 do Exército Imperial Japonês entre 1938 e 1945 cometeu um dos maiores crimes contra a humanidade, levando a morte de milhares de homens, mulheres e crianças. Em razão disso, chegou a ser chamada de Auschwitz da Ásia.

O local conduzia experimentos letais em humanos, voltados principalmente ao desenvolvimento de armas biológicas. Dentre esses experimentos realizados em prisioneiros, destacam-se a vivisecção, a pesquisa e desenvolvimento de armas biológicas causadoras de epidemias, testes de granadas e lançadores de chamas, transmissão de sífilis e gravidez forçada em mulheres presas.

A unidade era apoiada por universidades japonesas, que forneciam médicos e equipe de pesquisa. Infelizmente, no Japão, ninguém foi levado à justiça em razão dos crimes cometidos. Em um acordo secreto no pós-guerra, o governo americano conferiu imunidade penal aos pesquisadores em troca de detalhes de seus experimentos.

Grande Teatro de Harbin

Outra atração que merece ser visitada é o Grande Teatro de Harbin, um belíssimo teatro construído em 850 mil m2. Reconhecido pela Unesco como Cidade da Música, o Grande Teatro é a sede do Harbin Summer Music Concert, evento que acontece anualmente por lá.

Harbin Beer Festival

No começo de julho, você também poderá participar do Harbin Beer Festival, semelhante a uma Oktoberfest, só que na China. Com músicas, shows, paradas, muita animação e, como não poderia deixar de ser, muita cerveja de várias partes do mundo, incluindo, alemãs, russas e chinesas.

Como chegar em Harbin?

Pequim é a cidade turística mais próxima de Harbin. De lá, você também pode pegar um trem-bala para Harbin. O trajeto dura em torno de 7 horas.

Entretanto, o jeito mais fácil e conveniente de chegar a Harbin é de avião. O aeroporto internacional Harbin Taiping (HRB), que serve Harbin, está localizado a 37 km do centro.

Há voos diretos a partir de muitas cidades chinesas, incluindo, Xangai, Pequim, Guangzhou, Hangzhou, Kunming e Shenzhen. Chegamos a Harbin a partir de Xi’an, num voo da China Eastern que dura em torno de 3 horas.

Se estiver passeando pela Ásia, pode encontrar voos diretos para Harbin partindo do Japão, da Rússia, da Coréia do Sul, de Taiwan e até de Singapura.

Onde ficar em Harbin?

Antes de falar sobre onde ficar em Harbin, é importante passar duas dicas.

A primeira é reservar seu hotel com antecedência, especialmente, se você quiser visitar Harbin em janeiro. Numa pesquisa que fizemos em junho/2020, verificamos que muitos dos hotéis já estavam com as vagas esgotadas para janeiro/2021.

A segunda é procurar um hotel confortável e, acima de tudo, com um bom aquecimento. No inverno, isso é muito importante.

Basicamente, há três regiões onde você pode se hospedar em Harbin: no distrito de Songbei, no distrito de Daoli e na área em torno da Central Street.

Songbei

Songbei é onde ficam os hotéis mais luxuosos de Harbin. A região é ideal para quem quer conforto e comodidade. Os hotéis ficam à margem norte do Rio Songhua (em chinês, Songbei significa ao norte do Song). Apesar de ficarem relativamente próximos à Sun Island e ao Siberia Tiger Park, não dá para ir à pé. A estação de metrô mais próxima é a Shimao Avenue, mas é distante da maioria dos hotéis, exceto do Songbei Shangri-la Hotel Harbin. Em geral, você terá que pegar um taxi ou um transporte por aplicativo como o Didi Greater China. Alguns hotéis oferecem translado gratuito para os parques. Confira algumas sugestões (clique nos links para mais informações):

*Notas no site Booking.com

Central Street

Central Street é uma rua de pedestres com diversas lojas, restaurantes, shoppings centers e cafés. Na minha opinião, é a localização mais conveniente para se hospedar, ou seja, uma região onde você poderá fazer tudo à pé, inclusive, passear à noite. Confira algumas sugestões de hotéis (clique nos links para mais informações):

Daoli

Daoli é a área central de Harbin (downtown). É uma área ampla que engloba a Central Street, mas preferimos destacar essa última acima para fins didáticos. Em Daoli, encontramos algumas opções de hotéis bem avaliados e com preços muito baixos. Mas, eles ficam um pouco distantes da Central Street para ir a pé. Confira algumas sugestões de hotéis  em Daoli (clique nos links para mais informações):

Outras regiões

Encontramos, também, hotéis com excelente custo-benefício em Harbin localizados em outras regiões da cidade. Os hotéis indicados a seguir estão próximos a estações de metrô, facilitando o seu deslocamento pela cidade (clique nos links para mais informações):

Onde eu não recomendo ficar em Harbin?

Nossa escolha de hotel em Harbin foi péssima. Trata-se do Harbin Beibei Holiday Hotel Central, que fica bem próximo à Central Street. Apesar de muito bem localizado, ninguém falava inglês na recepção, os quartos eram minúsculos, mas, o pior de tudo, era o aquecedor que não esquentava o quarto. Lembrem-se: fazia – 20°C!

Onde comer em Harbin?

A Central Street (Zhongyang Street) é repleta de restaurantes e lojas de conveniência. O problema é que, na sua grande maioria, são restaurantes típicos, cujos atendentes não falam inglês e você tem grande chance de sair de lá sem saber o que comeu.

Jantando em Harbin, China
Jantando em Harbin, China

Uma das experiências culinárias mais divertidas que tivemos foi num restaurante de Shopping Center na Central Street. A linguagem verbal não funcionou. Tentamos mímicas, mas também sem muito sucesso.

Havia uma grande panela central com um caldo quente e uma série de acompanhamentos em volta. No final entendemos que alguns eram para ser colocados no caldo para cozinhar e outros não! É claro que não fizemos isso. Provavelmente comemos coisas cruas que deveriam ter sido cozidas e cozinhamos outras que deveriam ter sido ingeridas cruas. Nunca saberemos, mas matou a fome.

Jantando em Harbin - O que colocar na panela
Jantando em Harbin – O que colocar na panela?

Em uma outra ocasião, pedi o que imaginei ser um creme de cogumelos e o que veio foram alguns cogumelos crus e sem sabor. Tive que achar uma Pizza Hut para complementar a refeição.

De qualquer forma, no Tripadvisor, os restaurantes abaixo estão bem recomendados. Mas lembre-se que foram ranqueados de acordo com o paladar chinês!

O que fazer em Harbin?

Harbin Ice & Snow Amusement World

Harbin Ice & Snow Amusement World
Harbin Ice & Snow Amusement World

Em 1999, para saudar o início do ano novo de 2000, a municipalidade construiu uma réplica da Disneylândia, com blocos de gelo coloridos e iluminados. Desde então, a construção de um  parque temático virou tradição e tem ganhado cada vez mais projeção, e tornando-se a principal atração de inverno em Harbin.

Ocupando uma área de 750 mil m2 e utilizando mais de 300 mil m3 de neve para sua construção, esse parque temático é diversão garantida para adultos e crianças.

Harbin Ice & Snow Amusement World
Harbin Ice & Snow Amusement World

Os visitantes podem caminhar entre as gigantescas esculturas de gelo, como se estivessem em um pequena cidade. É possível subir nas construções, entrar dentro delas e até brincar. Quando fomos, havia um gigantesco escorregador de gelo.

Cada ano, a temática é diferente. O que não muda é a certeza de um parque construído basicamente de blocos de gelo, com áreas de alimentação, além de atividades culturais e esportes de inverno. Tivemos a oportunidade de acompanhar um competição de mergulho nas águas congeladas do local.

Harbin Ice & Snow Amusement World
Harbin Ice & Snow Amusement World

Você pode visitar o parque de dia ou de noite. Embora o ingresso noturno seja quase 3 vezes mais caro, vale a pena. As cores deslumbrantes e os efeitos de luz, hoje controlados pela tecnologia, nas peças artisticamente criadas, tornam a experiência ainda mais encantadora.

Resumindo, é muito difícil descrever o quão gigantesco, fantástico e divertido é esse parque!

International Snow Sculpture Art Expo at Sun Island

International Snow Sculpure Art Expo, harbin
International Snow Sculpure Art Expo

É um imenso parque com exposição de escultura de neve com os mais diversos tamanhos e formatos, que ocorre todo inverno em Harbin [foto em destaque]. Entre as atrações de inverno da cidade, é a que abre mais precocemente para o público e permanece acessível por quase 2 meses.

Cada ano é escolhido um tema diferente e artista de países como Rússia, França e Canada, são convidados para apresentarem suas obras.

Snow Sculpture Expo Harbin
Snow Sculpture Expo Harbin

Na verdade, trata-se de uma competição e, portanto, a cada ano, as expectativas são superadas e os turistas são brindados com esculturas fantásticas que ganham um toque de cor à noite.

A minha lembrança é de um parque branco enorme, com esculturas tão perfeitas e gigantescas, que não cabiam nem na foto!

Foi uma experiência indescritível! Você vai precisar de 2 a 3 horas para aproveitá-la.

Ice Lantern Fair in Zhaolin Park

Harbin Ice Lantern Fair in Zhaolin Park
Harbin Ice Lantern Fair in Zhaolin Park

Esse parque, localizado no centro da cidade, próximo à Central Street, é uma amostra do que você encontrará no Harbin Ice & Snow Amusement World e no International Snow Sculpture Art Expo at Sun Island. 

Por ser menor, com esculturas menores e menos trabalhadas, recomendo que o visite antes de visitar os dois anteriores, pois, caso contrário, o impacto será menor. Fomos conhecê-lo depois de já termos ido aos dois primeiros parques. É claro que gostamos muito, mas o “fator WOW” ficou atenuado.

Harbin Ice Lantern Fair
Harbin Ice Lantern Fair

A primeira edição do Ice Fair Lantern no Zaholin Park ocorreu em 1963 e, desde então, replicas de edifícios icônicos, personalidades mundialmente conhecidas e desenhos de animais e  figuras lendárias, construídas de gelo e neve, chamam a atenção dos turistas. 

À noite, as esculturas iluminadas com luzes coloridas dão um ar de conto de fadas e de magia para o local. Você deve conhece-lo após o por do sol, quando as “lanternas” são acendidas. Não deixe de visitá-lo!

Siberian Tiger Park

Siberian Tiger Park, Harbin, China
Siberian Tiger Park

O Siberian Tiger Park é a segunda maior reserva natural da China (com mais de 1 milhão m2) para Tigres siberianos.

Esses grandes felinos estavam sob risco de extinção, estimando-se que menos de 500 deles vivam fora de cativeiro. Esse parque foi criado em 1986 e hoje existem mais de 800 tigres abrigados no local, embora você consiga ver no máximo uns 100. Além dos tigres, também é possível ver leões e pumas.

Passarelas no Siberian Tiger Park, Harbin
Passarelas no Siberian Tiger Park

O passeio inicia-se com uma pequena explanação e uma visita ao museu. Em seguida, você passa por algumas passarelas para avistar os tigres. No final, há um pequeno “safari”. À bordo de um carro fechado, você consegue chegar um pouco mais próximo dos tigres que se espreguiçam à procura dos poucos raios de sol do inverno.

É possível contratar algumas outras atividades como a possibilidade de alimentar os animais ou interagir com os filhotes (custo extra). Hoje, existe uma certa preocupação com a sustentabilidade desse parque, uma vez que os tigres estão se reproduzindo muito e a sua manutenção é extremamente cara.

O passeio geralmente dura umas 2 horas e pode ser combinado com o International Snow Sculpture Art Expo at Sun Island.

Central Street (Zhongyang St.)

Central Street, Zhongyang St, Harbin
Central Street

Mesmo com as baixas temperaturas, as ruas de Harbin ficam lotadas de turistas, na sua maioria chineses. À noite, as pessoas se concentram na “Central Street”, uma rua de pedestres com diversas lojas, restaurantes, shoppings centers e cafés. Nessa rua, o turista também pode ter uma amostra das esculturas de gelo.

Não deixe de provar as frutas no palito à venda ao longo de toda a rua. É incrível! O morango que comi estava congelado!

Chocolates com motivos russos, Central Street, Harbin
Chocolates com motivos russos, Central Street

Harbin teve e tem uma forte influência russa, que pode ser percebida nos letreiros das lojas, nas músicas que tocam nas ruas, e até mesmo por chocolates com embalagens com os rostos do Presidente Vladmir Putin e de outros personagens russos. De fato, a cidade esteve na área de concessão da Rússia entre 1896 e 1924 e foi moradia de diversas gerações de imigrantes russos.

St. Sofia Cathedral

St Sophia Cathedral, Harbin, China
St Sophia Cathedral

A Catedral de Santa Sofia fica localizada no distrito central de Harbin, Daoli. Foi construída em 1907, em estilo bizantino, e é a maior igreja Ortodoxa na cidade.

Majestosa, no meio da praça de mesmo nome, a Catedral lembra muito as catedrais da Rússia, que sempre rendem belíssimas fotos, principalmente à noite. É possível conhecer seu interior. O ingresso custa 20 yuans por pessoa (estudantes tem desconto).

Stalin Park e Songhua River

Rio Songhua Congelado, Harbin
Rio Songhua Congelado, Harbin

Stalin Park é uma área pública onde moradores locais e turistas podem se divertir com esportes de inverno. Nessa época do ano, o rio Songhua, em frente ao parque, fica congelado e inúmeras opções de atividades, tais como, hockey no gelo, patinação no gelo etc. podem ser realizadas no local. Vale a pena passar algumas horas brincando por lá ou apenas apreciando a intensa atividade dos turistas e locais.

Brincando no Rio Songhua Congelado, Harbin
Brincando no Rio Songhua Congelado, Harbin

Apenas tenha cuidado, pois, no parque, há neve para todos os lados e trata-se de um rio congelado! Fica tudo muito escorregadio, principalmente para nós que não estamos acostumados a praticar essas atividades.

Você também pode subir na ponte, que divide Harbin em norte e sul, e tirar belíssimas fotos do rio congelado e do Parque Stalin.

Ice Palace Restaurant & Bar

Ice Palace Restaurant & Bar, Harbin
Ice Palace Restaurant & Bar

Esse tipo de atração hoje já é bem conhecida dos brasileiros, podendo ser encontrada em Foz do Iguaçu e Gramado. Houve uma época que havia um exemplo até dentro de um shopping de Brasília.

De qualquer forma, caso tenha interesse, é possível visitar esse bar, todo construído de gelo e decorado com temas do folclore local. Ele fica localizado no exclusivo hotel 5 estrelas Shangri-la Hotel Harbin.

Templo de Confúcio

Pensador e filósofo chinês, Confúcio é uma das pessoas mais importantes no campo da educação e sua obra tem influência mundial. É muito comum encontrarmos Templos de Confúcio nos países asiáticos, como os que já visitamos no Vietnã e em Taiwan.

O complexo de  23 mil m2 começou a ser construído em 1926 e é muito bonito. Possui 3 pátios internos e as suas edificações possuem o estilo arquitetônico da Dinastia Qing. Os edifícios principais são cobertos por telhas amarelas, o que é um privilégio apenas das construções reais.

O que pode atrapalhar sua viagem?

Definitivamente, o frio!

Passear com temperaturas que podem alcançar – 30°C é desafiador. Felizmente, quando estivemos por lá, a temperatura estava mais amena, atingindo apenas -20°C, o que, para nós, já é muito frio.

Mas, não somos apenas nós que sofremos com as baixas temperaturas. Alguns aparelhos eletrônicos podem simplesmente parar de funcionar! Lembro-me de ter que aquecer meu celular para que ele pudesse voltar a tirar as maravilhosas fotos.

Tenha um seguro saúde. Nesse frio intenso, você pode adoecer.

Barreira linguística

Vá para Harbin já sabendo que seu inglês, espanhol, alemão ou qualquer outra língua que não seja o mandarim não vai te ajudar. Mesmo nos hotéis, restaurantes e atrações turísticas, são pouquíssimas as pessoas que falam inglês.

Enquanto escrevia isso, me perguntei: por que não usei o Google Translator para amenizar tudo isso?

Mancada nossa! De fato, o único serviço do Google que funciona na China é o Google Translator. Você pode usá-lo, ainda, no modo Offline, deixando pré-carregadas as línguas a serem traduzidas.

Dicas Essenciais para visitar Harbin

1. Contrate uma agência de turismo

Harbin é um dos poucos lugares que já visitamos que recomendo não fazer tudo por conta própria. Sugiro que você tenha um guia ou, pelo menos, seu roteiro e ingressos pré-arranjados.

2. Vista-se em Camadas

A dica mais importante para se proteger do frio é vestir-se em camadas, como uma cebola. Coloque uma roupa por cima da outra, finalizando com um casaco impermeável e corta-vento. Não se esqueça do gorro, cachecol, tapa orelha e luva.

3. “Adesivos” para Aquecer

Adesivos para frio
Adesivos para frio

Nas diversas lojas da Central Street, é possível comprar adesivos de carvão ativado para utilizar nas extremidades (mãos e pés). Isso ajuda a mantê-los aquecidos e a ter um pouco mais de conforto. Em verdade, nem sempre são “adesivos”, mas devem ser mantidos em contato junto à pele.

4. Tire muitas fotos!

Nos festivais de Harbin, tudo é muito bonito. É tão bonito que merece ser registrado.

Por falar em foto, isso é um capítulo à parte. Embora o desejo de fotografar tudo seja imenso, o esforço de tirar  mão da minha luva quentinha, fez com que o número de cliques fosse bem menor que o esperado.

Porque devo ir a Harbin?

Porque é incrível! Nunca vi nenhum atrativo turístico moderno tão fantástico como esse. Até hoje, quando olho para as fotos, não acredito no que foram capaz de construir! Simplesmente vá conhecer esse conto de fadas e tire suas próprias conclusões. E muitas fotos, se o frio permitir…

Luciana Mardegan

Médica, 42, apaixonada por pessoas, sabores e novas culturas.

Sobre o Blog


Turistando por mais de 60 países, já dobrei o Cabo da Boa Esperança, cheguei ao Fim do Mundo e alcancei o Topo da Europa. Enfrentei as Dez Cortes do Inferno e cheguei ao céu em um Balão. Ainda tenho muitos lugares a desvendar, culturas a conhecer e comidas a experimentar. Viaje comigo nos relatos!

Web Stories

Press ESC to close

Enviando dinheiro para a Argentina via Western Union Buenos Aires: comendo bem e barato