China, o país mais populoso do mundo, é um destino turístico que atrai cada vez mais turistas estrangeiros. Afinal, o país contempla monumentos, sítios arqueológicos, palácios, templos, jardins e muitas belezas naturais. Num único lugar, o turista encontra arte, cultura, história e modernidade. Tudo isso com um preço bem em conta, sem falar nas compras.

Em regra, os brasileiros necessitam de visto para visitar a China, mas há exceções. Neste artigo, explicamos como você pode tirar o visto de turista e as situações em que o visto é isento. 

I. Visitando Hong Kong e Macau

Inicialmente, é interessante dividir a China em duas partes: a República Popular da China (RPC), ou mainland China, e as regiões administrativas especiais: Hong Kong e Macau.

As regiões administrativas especiais possuem elevado grau de autonomia em relação à mainland China, com moeda, leis de imigração e controle de fronteira próprios. Essas regiões emitem, inclusive, passaportes (ou cédulas de identidades) próprios para os seus habitantes.

Em 2005, essas regiões celebraram com o Brasil acordos de isenção parcial de vistos para turismo por até 90 dias, ou seja, brasileiros não precisam de visto para conhecer Macau e Hong Kong. Portugueses e cidadãos europeus também podem conhecer essas regiões sem precisar obter seu visto no Consulado da China.

II. Isenção de Visto de Trânsito

A política de isenção de visto de trânsito por 72 ou 144 horas está em vigor em diversas cidades da República Popular da China. É o chamado “Transit without visa” (TWOV). Trata-se de uma excelente opção para quem quer fazer viagens de curta duração à China. Escrevemos um post específico sobre os vistos de trânsito e as suas condições. Confira!

III. Visto para a República Popular da China

Se você pretende ficar mais que 6 dias na China ou visitar várias cidades, você deverá obter um visto de turista junto à Embaixada ou ao Consulado com jurisdição sobre a sua localidade.

Visto da República Popular da China
Visto da República Popular da China (dados pessoais tarjados)

Entretanto, a emissão do visto chinês é muito simples e rápida. Basta entregar os documentos na repartição consular, pagar a taxa e, após 4 dias úteis, retirar o seu passaporte com o visto. A entrega dos documentos pode ser feita presencialmente ou pelo correio (veja instruções abaixo).

  • Considero o atendimento consular da China muito bom e você pode tirar todas suas dúvidas por e-mail ou telefone.

Após um acordo entre Brasil e China, celebrado em 2017, os vistos de múltiplas entradas para a China terão validade de 5 anos para permanência de até 90 dias, renováveis se necessário, desde que o prazo máximo de estadia não exceda 180 dias a cada período de 12 meses, contados a partir da data da primeira entrada.

Jurisdição Consular

São 4 as representações diplomáticas da China no Brasil, com jurisdição sobre determinados estados ou regiões.

A Embaixada da China em Brasília tem jurisdição sobre os estados da região Norte e Centro-Oeste. O Consulado-Geral em São Paulo tem jurisdição sobre o estado de São Paulo e sobre os estados da Região Sul (RS, SC e PR). O Consulado-Geral no Rio de Janeiro tem jurisdição sobre os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. Por fim, o Consulado-Geral em Recife tem jurisdição sobre os Estados do Nordeste, exceto a Bahia.

Mapa da Jurisdição Consular, República Popular da China
Mapa da Jurisdição Consular (fonte: site da Embaixada da China)

É importante que você solicite o seu visto no Consulado ou Embaixada com jurisdição na sua área, pois, caso contrário, seu pedido poderá não ser atendido.

Documentação

Os documentos necessários tirar o visto de turismo são os seguintes:

  1. Passaporte brasileiro original com validade de, no mínimo, 1 ano, com página de visto em branco.
  2. Cópia do passaporte (página de dados do portador). Brasileiros com dupla nacionalidade deverão utilizar o passaporte brasileiro para obter o visto.
  3. Formulário de visto e foto: A foto deve ser colorida (fundo branco) e recente, com cabeça descoberta e de frente. Precisa ser impressa em papel fotográfico (não são permitidas fotos digitalizadas) e colada no espaço apropriado no formulário. Para baixar o formulário, clique aqui.
  4. Comprovante de Renda
  5. Materiais sobre o itinerário da viagem, contendo:
  • Reserva de passagem aérea (incluindo saída do Brasil, entrada na China, saída da China e volta para o Brasil);
  • Voucher (confirmação de reserva) de hotel constando o nome do solicitante como hóspede, ou carta de convite da China emitida por órgão ou indivíduo na China (verifique junto à repartição consular os requisitos para essa carta).
  • Recentemente, passou-se a exigir, também, uma descrição do itinerário que você pretende fazer na China com as atrações a serem visitadas. Isso pode ser feito à mão.
  • Essas informações referem-se, tão somente, à sua primeira viagem à China. Nas demais, basta utilizar o seu visto de múltiplas entradas.

 Pagamento da taxa de emissão de visto

O pagamento da taxa de emissão do visto é feito apenas após a repartição consular confirmar que a documentação está completa. O valor atual do visto de múltiplas-entradas para brasileiros é de R$ 460, se não for solicitar urgência.

Informe-se com a repartição consular os dados da conta corrente.

  • Fique atento: Para efetuar o pagamento, deverá ser feito um depósito na conta apenas em dinheiro e na boca do caixa. Não são aceitas outras maneiras de pagamento tais como cheque, cartão de crédito, transferência e pagamento no caixa eletrônico, etc.

Entrega da documentação pelo Correio

Caso não possa entregar e retirar os documentos pessoalmente, você pode enviá-los por Sedex à repartição consular. Além disso, deverá enviar um envelope preenchido com o endereço do destinatário para devolução do passaporte.

Neste caso, será necessário efetuar o pagamento de uma taxa adicional que varia conforme a sua cidade. No caso da Embaixada em Brasília, os valores são os seguintes:

Estados Capitais Demais Cidades
Goiás e de Tocantins R$ 35,00 R$40,00
Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul R$ 45,00 R$ 55,00
Piauí e de Sergipe R$ 55,00 R$ 65,00
Alagoas, de Maranhão, de Pará, de Amapá, de Amazonas, de Ceará, de Paraíba, de Rio Grande do Norte e de Rondônia R$ 65,00 R$ 75,00
Acre e de Roraima R$ 75,00 R$ 85,00

Consulte a repartição consular

De qualquer forma, antes de efetuar o pagamento da taxa do visto e da taxa adicional, você deverá ligar para o consulado/embaixada e confirmar o recebimento dos documentos. Se toda a documentação estiver em ordem, eles darão o sinal para você pagar as taxas.

Você receberá seu passaporte em casa. Tirei o visto uma vez pelo correio e todo procedimento levou umas duas semanas.

IV. Região Autônoma do Tibet

É importante mencionar que  visto não autoriza os turistas a viajarem para a Região Autônoma do Tibet. Para visita-la, é necessário obter uma permissão especial prévia, emitida pelo Tibet Tourism Bureau. Apesar de não haver controle de fronteira, essa permissão será exigida para embarcar em ônibus, trens ou aviões com destino à região.

Para obter essa permissão, você deve contratar um tour organizado que inclua transporte e hospedagem.

A minha recomendação é viajar pelo Nepal. Indico a agência Odea Services, que tem preços razoáveis.

V. Representações Diplomáticas da China no Brasil

1. Embaixada

SES-Av. das Nações,Quadra 813, Lote 51, Brasília/DF
Telefone: (61) 2195-8200
Site: http://br.china-embassy.org/por/
Atendimento presencial de 2ª. a 6ª. das 9 às 12:00hs.
Atendimento telefônico a partir das 15hs.

2. Consulado-Geral em São Paulo

Rua Estados Unidos 1053, Jardim América, São Paulo/SP
Telefone: (11) 3069-9877
Site: http://saopaulo.china-consulate.org/pl/
Atendimento presencial de 2ª. a 6ª. das 9 às 12:00hs.
Atendimento telefônico a partir das 15hs.

3. Consulado-Geral no Rio de Janeiro

Rua Muniz Barreto, Nº 715, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
Telefone: (21) 3237-6600
Site: http://riodejaneiro.chineseconsulate.org/pot/
Atendimento presencial de 2ª. a 6ª. das 9 às 12:00hs.

4. Consulado-Geral em Recife

Rua Ferreira Lopes 142, Casa Amarela, Recife/Pernambuco
Telefone: (81) 3049-9528
Site: http://recife.china-consulate.org/por/
Atendimento presencial: segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12:00hs.


Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Escreva seu Comentário

Pin It