North Vancouver: Parque Capilano e Grouse Mountain #2

North Vancouver é uma pequena cidade de 50 mil habitantes que faz parte da Região metropolitana de Vancouver. Está situada ao norte de Downtown Vancouver, sendo ligada ao Parque Stanley pela Lions Gate Bridge. É um subúrbio de Vancouver com importantes atrações turísticas.

No segundo dia em Vancouver, foi esse o nosso destino turístico. Confira nosso relato!

Capilano Suspension Bridge Park

Capilano Bridge, North Vancouver
Capilano Bridge, North Vancouver

A primeira atração foi o Capilano Suspension Bridge Park. O parque, como o próprio nome diz, tem como atração principal uma ponte suspensa sobre o Rio Capilano. A ponte tem 140 metros de comprimento e 70 metros de altura em relação ao Rio.

Além da ponte suspensa, o parque tem outras atrações como o Cliffwalk, que é uma caminhada ao longo de um precipício, proporcionando uma vista incrível. Há locais de parada para fotos.

Cliffwalk
Cliffwalk

Uma outra atração é o caminho pela floresta, sobre as árvores (Treetops Adventure).

Capilano - Forest Walk
Capilano – Forest Walk

Na entrada, há Totens para ilustrar a cultura das populações tradicionais do Canadá, chamadas por lá de “First Nations”.

Para quem gosta de natureza, o parque é um passeio muito agradável, apesar de o preço ser um pouco caro para os nossos padrões. É uma atração interessante também para as crianças.

O ticket para a entrada no parque custa $37.95 CAD para adultos. Saiba mais sobre outras tarifas, clicando aqui.

Como chegar ao Parque Capilano?

Há um free shuttle da região central para o parque. Este Shuttle é bem conveniente pois, para ir de transporte público a partir do nosso hotel, seriam necessários, pelo menos, 2 ônibus. Há dois trajetos: a Red Route (Canada Place, Hyatt Regency, Blue Horizon, Westin Bayshore) e a Blue Route (Century Plaza, Chateau Granville, Library Square, Pacific Centre Mall).

  • Para saber mais sobre o serviço de Shuttle (horários, trajetos, pontos de embarque), clique aqui.

Grouse Mountain

Vista de Vancouver, Grouse Mountain
Grouse Mountain, North Vancouver

Após o parque, fomos à Grouse Mountain, que é um centro de atividades em uma das regiões mais altas da cidade. Para chegar lá descemos até a Ridgewood Rd e pegamos o ônibus #236, cujo ponto final era a entrada do Resort.

Os ingressos da Grouse Mountain também não são baratos. A admissão simples para adultos custa $43.95 CAD. Várias atrações são cobradas à parte. Para saber mais, clique aqui. Compramos um ticket que era a admissão simples + peak chair.

No guichê, fomos informados que, em função da manutenção de um dos bondinhos, havia uma fila de 3 horas para a descida. Bom, como estávamos na chuva, era para se molhar…então, fomos mesmo assim. A fila para o Skyride (bondinho em funcionamento) que dá acesso à parte mais alta, não era longa.

Peak Chair, Grouse Mountain
Peak Chair, Grouse Mountain, North Vancouver

Começamos, então, a ter uma incrível vista panorâmica de Vancouver. São 1.250 metros de altitude.

Dentre as atividades da Grouse Mountain, podemos citar:

  • peak chair– um teleférico (de cadeira) que te leva a uma parte ainda mais alta da Grouse Mountain. Também proporciona uma vista incrível.
  • hiking
  • tirolesa
  • turbina eólica – um elevador te leva até um deck de observação.
Leitwind, Grouse Mountain
Leitwind, Grouse Mountain

O que atrai muitos adultos e crianças são os ursos Grinder e Coola no seu habitat (devidamente cercados). No momento em que escrevi inicialmente este post (janeiro/2016), eles estavam hibernando e voltariam às suas atividades só em abril.

Bear, Grouse Mountain
Urso, Grouse Mountain

Você em casa também pode assisti-los ao vivo pela internet, na sua caverna de hibernação (hibernation den), basta clicar aqui.

Terminando nossa visita à Grouse Mountain,  era hora de descer. Ficamos na fila durante 1h30 min para pegar o Skyride na volta.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por ClasseTurista (@classeturista) em

Vale à pena visitar a Grouse Mountain?

Acho que não. A vista panorâmica é muito bonita. O local é agradável. Entretanto, as atrações são todas pagas por fora e os preços não são baratos para os nossos padrões. A Admissão Simples te dá direito basicamente só à vista e à observação dos ursos. Gastamos muito tempo em função desta atração, seja indo e voltando ou seja aguardando na fila para descer de Skyride (1h30min).

Recomendo, para quem quiser ir visitar a Grouse Mountain, que observe o calendário de manutenção do teleférico. No período em que fomos (Outubro/2015), ainda não havia neve, não havendo, portanto, atividades de ski/snowboard, etc. Talvez no inverno seja mais legal.

Ferry Seabus

Skyline de Vancouver
Skyline de Vancouver

Pegamos o ônibus #236 que tem como ponto final a estação de Seabus, em North Vancouver.

Seabus é um ferry de passageiros que liga a região central de Vancouver até North Vancouver. O trajeto dura aproximadamente 12 minutos. Para saber mais, clique aqui.

Após cruzar o Vancouver Harbour, chegamos à Estação Central, próxima à uma das pontas da Grandville St.  Já cansados, pegamos um ônibus para voltar ao hotel.

Pasta Basil Bar

Para fechar o dia, fomos jantar no Pasta Basil Bar, na Davie St, bem próximo ao hotel. É um restaurante italiano onde o cliente pode montar a sua própria massa e com preços bem razoáveis. Pagamos 23 CAD por duas pastas, uma taça de vinho e um refrigerante. O lugar é pequeno e temos que procurar vagas para sentar. A comida é saborosa. Acho que poderia melhorar um pouco a higiene/limpeza. A minha taça de vinho, por exemplo, estava suja.

Emerson Cesar

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Press ESC to close