O Queen Elizabeth Park é um bonito e bem cuidado parque municipal localizado ao sul de Vancouver. São 0,52 quilômetros quadrados de belos jardins, árvores e cenários para apreciar mesmo durante o outono, época em que o visitamos. A atração é avaliada com Certificado de Excelência no Tripadvisor.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por ClasseTurista (@classeturista) em

No quinto dia em Vancouver, esse foi o nosso destino. Pegamos o ônibus #50 num ponto ao lado do nosso hotel (GEC Grandville Suites Hotel) na Grandville St. A parada fica em frente à uma igreja (foto em destaque).

Jardins do Queen Elizabeth Park
Jardins do Queen Elizabeth Park
  • Dica: Ao pegar ônibus em Vancouver, é bom levar moedas, pois eles não aceitam notas de dólares canadenses (CAD). É possível também comprar um talão de tickets de ônibus (10 tickets de ônibus por 21 CAD) no 7-Eleven.

Dentro do parque, há diversas atrações, tais como: Arboretum, Celebration Pavilion, Bloedel Floral Conservatory, Quarry Gardens e Painters’ Corner.

The bloedel Conservatory
The bloedel Conservatory

Bloedel Floral Conservatory é um ambiente controlado, com mais de 200 pássaros exóticos e 500 plantas também exóticas. A entrada ao Conservatory não é gratuita. Os preços dos tickets e os horários de abertura podem ser consultados aqui.

Restaurante no Queen Elizabeth Park
Restaurante no Queen Elizabeth Park

No parque também há um restaurante (Seasons in the Park) bem avaliado no TripAdvisor.

Queen Elizabeth Park
Queen Elizabeth Park

Saímos pelo outro lado do parque e pegamos o ônibus #3 na Main St. com destino a downtown.

Sun Yet Sen Park

Sun Yet Sen Park
Sun Yet Sen Park

Descemos próximos ao Sun Yet Sen Park e visitamos o agradável parque em Chinatown. Ao lado do parque, havia o Chinese Garden.

Crab Park

Crab Park
Crab Park

De lá caminhamos até o Crab Park. O local é uma pequena praia e um parque onde não é permitida a pesca de caranguejos (“crabs“).

FlyOver Canada

FlyOver Canada
FlyOver Canada

De lá fomos caminhando até o Canada Place. Entretanto, pegamos uma rua errada (a rua de baixo) e tivemos que subir por uma entrada de serviço.

No Canada Place, está o FlyOver Canada que custa 20,95 CAD. Trata-se de um voo virtual pelas principais paisagens do Canadá. Tem duração de 15 minutos.  Não é tão realista quanto os simuladores da Universal Studios. Não se usa óculos 3D. As paisagens são bonitas, mas acho que o custo-benefício do brinquedo não é tão favorável assim.

Fechamos nosso último dia, jantando novamente no Old Spaguetti Factory de Gastown. De novo, o atendimento e a comida foram excepcionais.

Hora de retornar ao hotel. No dia seguinte, voaríamos para Montreal.

O que eu achei de Vancouver?

Vancouver foi a melhor cidade que visitei no Canadá. O clima é agradável, a beleza natural é excepcional e as pessoas são muito educadas e amigáveis. Se tiver bom condicionamento físico, pode substituir o ônibus pela caminhada ou pela bicicleta.  Os preços dos serviços na cidade também não são tão caros quanto os da costa leste.

 Acho que vale à pena passar pelo menos 5 dias em Vancouver para aproveitar todas as atrações. Se desejar fazer o passeio da Rocky Mountains, deve adicionar mais três ou quatro dias. Este passeio costuma ficar disponível até o final de setembro. Como fomos no final de outubro, não foi possível fazê-lo.

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Escreva seu Comentário

Pin It